PSB faz convenção no domingo, no Álvares Cabral, para confirmar Casagrande e Bruno à disputa da reeleição

O governador e o deputado estadual terão suas candidaturas ao Palácio Anchieta e à Assembleia Legislativa validadas em encontro que deve lotar o clube da capital

10
Bruno e Casagrande são nomes fortes do PSB para a disputa eleitoral do próximo dia 2 de outubro. Crédito. Divulgação.

O clima de festa invadiu o ninho socialista. É que o PSB realiza no próximo domingo, das 9 às 13 horas, no Clube Álvares Cabral, na Avenida Beira-Mar, em Vitória, a Convenção Estadual em que serão homologadas as candidaturas do governador Renato Casagrande e do deputado estadual Bruno Lamas à reeleição. Enquanto o primeiro concorrerá mais uma vez ao Palácio Anchieta, o parlamentar buscará seu terceiro mandato consecutivo no Legislativo estadual.

No evento, o PSB capixaba vai oficializar os seus representantes para os cargos de governador, deputado federal e estadual. A festa promete reunir caravanas de socialistas de todo o Estado, o que deverá lotar o clube da capital. Casagrande já anunciou que terá o ex-senador Ricardo Ferraço (PSDB) como vice e deverá confirmar em breve a senadora Rose de Freitas (MDB) com a candidata ao Senado em sua chapa.

O presidente regional do PSB, Alberto Gavini, destacou que a meta número um do partido é reeleger Casagrande e destacou a importância de manter Bruno no Legislativo estadual, ao discursar no evento em que ocorreu a recondução da ex-vice-prefeita Márcia Lamas para comandar o partido na Serra nos próximos três anos.

“Quero destacar a importância do papel do Bruno na Assembleia Legislativa. Bruno é a voz de Casagrande no Legislativo. É produtivo. Ele não vai lá para conversar fiado, para falar dos outros. Ele vai lá para trabalhar. Bruno briga pelo que acredita, pelo que é importante para população”, discursou Gavini, no encontro realizado em novembro do ano passado.

Com 45 anos e dois mandatos (2014/2018 e 2018 até os dias atuais), Bruno preside a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa. O mandato do parlamentar é responsável por lei populares, como: o parcelamento do IPVA em seis vezes, o fim dos radares ocultos, o atendimento psicológico a vítimas da covid-19 e o transporte gratuito intermunicipal para idosos acima de 65 anos, pessoas portadoras de deficiência e crianças de até cinco anos.

O dirigente estadual do PSB destacou quais são as metas do partido para 2022. “Na Assembleia, teremos de ter chapa completa (31 pessoas: 10 mulheres e 21 homens, ou vice-versa). Nossa expectativa é eleger até quatro deputados estaduais”, lembrou.

Para a Câmara Federal, Gavini explicou que a chapa para deputado federal terá 11 nomes. “Queremos eleger pelo menos dois deles. Precisaremos de mais de 300 mil votos (150 mil para cada um)”, explicou. O encontro servirá para dar uma injeção de ânimo na militância e será o pontapé inicial, às vésperas da campanha, que começa no próximo dia 16.

Comentários Facebook