Treinador de escolinha de futebol dizia ser ‘Anjo Gabriel’ para abusar de alunos no ES, afirma polícia

Homem de 47 anos foi preso nesta terça-feira (21), em Cachoeiro de Itapemirim.

8
Homem de 47 anos foi preso nesta terça-feira (21), em Cachoeiro de Itapemirim — Foto: PCES/Divulgação

Um treinador de escolinha de futebol que, segundo a Polícia Civil, dizia ser o “Anjo Gabriel” para abusar de alunos no Espírito Santo foi preso, nesta terça-feira (21), em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do estado.

Policiais da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) e da Delegacia de Proteção à Criança ao Adolescente e ao Idoso (DPCAI) de Cachoeiro cumpriram mandado de prisão condenatório contra o homem de 47 anos, que não teve o nome divulgado.

A prisão aconteceu na casa do suspeito.

Segundo a polícia, as vítimas tinham entre 14 a 16 anos e os crimes de abuso sexuais aconteceram no ano de 2018.

Na época, de acordo com a polícia, o treinador mantinha os abusos sexuais dos alunos no centro de treinamento de uma escola de futebol, nas excursões de partidas e na sua própria residência.

“Ele fazia uma lavagem cerebral nas vítimas, dizendo que era o ‘Anjo Gabriel’ e que precisava de ‘energia’ para recuperar suas asas, essa ‘energia’ segundo ele, vinha da prática sexual com os adolescentes”, explicou a titular da DPCAI de Cachoeiro de Itapemirim, delegada Edilma Oliveira.

A Polícia Civil divulgou que uma menina de 15 anos, que também foi uma das vítimas, viu o homem abusando sexualmente de outros adolescentes denunciou o fato aos pais.

“Ao perceber que os atos do professor eram errados, a menina relatou aos pais o que o professor fazia com ela e seus colegas”, informou a delegada.

Informada dos crimes, a polícia instaurou um inquérito para investigar o homem.

Segundo a polícia, o treinador já é condenado pelo crime de violação sexual mediante fraude e foi encaminhado ao Presídio Regional de Cachoeiro de Itapemirim (PRCI).

Fonte: g1 ES

Comentários Facebook