Aquaviário no ES: barcos terão ar-condicionado, Wi-Fi e tarifa integrada com ônibus do Transcol

Obras dos píeres estão sendo realizadas e o governo do ES deu início ao processo de contratação da empresa que irá operar os barcos nesta terça-feira (10). Previsão é que serviço comece a funcionar em quatro meses.

18

Os cinco barcos que irão operar no sistema de Aquaviário da Grande Vitória serão equipados com ar-condicionado, Wi-Fi, banheiro e local para a colocação de bicicletas, além de garantir a acessibilidade para cadeirantes, de acordo com o governo estadual.

Nesta terça-feira (10), foi publicado no Diário Oficial o edital para a contratação da empresa que irá operar os cinco barcos que oferecerão o serviço.

De acordo com o secretário estadual de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, a previsão é que o contrato com a empresa escolhida no pregão seja assinado no início de julho deste ano. Já o serviço deverá começar a funcionar dentro de quatro meses.

Enquanto isso, as obras para a construção dos píeres estão sendo realizadas. O valor do investimento, de acordo com o governo, é de cerca de R$ 1,5 milhão para cada uma das estações.

Percurso dos barcos

Projeto do Aquaviário na Grande Vitória — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Segundo Damasceno, o trajeto a ser feito por cada um dos cinco barcos inclui quatro pontos: Prainha, em Vila Velha, Praça do Papa e Rodoviária, em Vitória, e Porto de Santana, em Cariacica.

Cada viagem completa terá duração de cerca de uma hora. A estimativa é que 50 viagens sejam feitas todos os dias.

Tarifa integrada com o Transcol

A passagem do Aquaviário terá o mesmo valor da passagem dos ônibus do Sistema Transcol.

Além disso, segundo o governo estadual, haverá integração entre os sistemas. Sendo assim, passageiros poderão sair dos ônibus para completar o trajeto com os barcos ou vice-versa pagando uma única passagem, dentro de um limite de tempo.

“Ele é integrado 100%. As regras de integração serão as mesmas do Transcol, com a tarifa única e usando o CartãoGV. Estamos desde 2019 implantando o bilhete único, fazendo todo o sistema de ampliação do Transcol e de integrações. Não teria sentido o Aquaviário ser diferente nesse momento”, disse Fábio Damasceno.

Fonte: g1 ES

Comentários Facebook