Paulo Fundão pede prioridade a Casagrande para conclusão da duplicação da rodovia de Guriri

38

Ao reiterar os agradecimentos ao governador Renato Casagrande pelos novos investimentos programados para São Mateus, o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Fundão, chamou a atenção para a urgência da conclusão das intervenções de duplicação da Rodovia Othovarino Duarte Santos, de acesso ao balneário de Guriri. “Os congestionamentos estão acima dos limites. Não é crível que não possamos priorizar o término da Rodovia Othovarino Duarte Santos” – comentou o vereador, em discurso na terceira sessão ordinária do ano legislativo, presidida por ele mesmo na terça-feira (18/01).
No mesmo pronunciamento, o vereador presidente voltou a conclamar a união de todos para solucionar os problemas que atingem o sistema de abastecimento de água potável no Município. Com objetividade, defendeu desapropriação para uso público do complexo da Suzano no Bairro Santo Antônio e ainda alertou a população para a escalada da covid em São Mateus, no Estado e no País.
Na questão da duplicação da rodovia de Guriri, que, com seus gargalos, virou grande dor de cabeça em São Mateus, Paulo Fundão explicou que a defesa da prioridade é um alerta, a título de contribuição, ao governador e a sua equipe de governo. O presidente da Câmara voltou a agradecer a licitação para o contorno de São Mateus, “uma grande e importante obra”, mas pediu abertura de outra frente de trabalho para melhorar e oferecer segurança na interligação viária entre o centro da Cidade e Guriri.
“Devemos priorizar aquilo que justamente tem incomodado aos mateenses e a todos os turistas que vêm para a nossa querida Praia de Guriri. Fica o nosso alerta que a prioridade é a duplicação da Rodovia Othovarino Duarte Santos” – disse.

SOLUÇÃO PARA ÁGUA POTÁVEL
Outro entrave na vida dos mateenses, que sofrem com a ameaça permanente de desabastecimento de água potável, também foi lembrado pelo presidente da Câmara Municipal. “Precisamos a qualquer custo encontrar uma solução para a questão da água em São Mateus”.
Paulo Fundão lembrou que o próprio governador Renato Casagrande já disse com toda ênfase que, sem resolver a questão da água, não haverá o desenvolvimento almejado por todos os mateenses.
Por isso, o vereador presidente disse que já encomendou à assessoria jurídica um estudo que possibilite evitar a proliferação de loteamentos na Cidade enquanto não se resolver a questão da água. “Cada dia aparecem mais loteamentos. Se não temos água para quem já ocupa as suas casas, como vamos autorizar mais loteamentos? Vamos ampliar ainda mais este problema?” – argumentou.

GRECA PARA TODOS
No terceiro tema abordado, recordando uma bandeira de luta que o acompanha desde 2016, Paulo Fundão propôs a utilização dos imóveis da Suzano (antiga Aracruz Celulose) no Bairro Santo Antônio para abrigar o Centro Administrativo da Prefeitura e também um complexo educacional e esportivo para os moradores da zona oeste da Cidade.
Ele lembrou que, além dos prédios que abrigam atualmente a Câmara Municipal (que brevemente estará de volta ao Centro) e o Senai, há também a ampla estrutura que pertencia ao antigo Greca, com campo de futebol, quadras e ginásio poliesportivo, abandonados há mais de 10 anos.
“A Aracruz Celulose, que depois virou Fibria e agora é Suzano, deixou um grande déficit social em nossa Cidade. Poderia agora, para amenizar esse déficit, doar toda essa área para o Município” – argumentou o presidente da Câmara Municipal. Ele defendeu inclusive o desenvolvimento de ações, nesse complexo, “para tirar nossos adolescentes e jovens da ociosidade e das drogas”.

COVID EM CRESCIMENTO VERTICAL
“Não podemos, de forma alguma, esquecer que a pandemia é letal”. Com essa advertência, o vereador Paulo Fundão conclamou os mateenses a buscarem a vacina contra a covid-19. A preocupação aumenta especialmente com o crescimento vertical do número de casos da doença provocada pelo vírus Sars-Cov-2, nos últimos dias, afetando inclusive as equipes de atendimento de saúde.
Embora o número de mortes esteja menor com o avanço da vacinação, São Mateus registra neste início de ano números recordes de contaminados. “E essa situação atual pode levar a atenção básica ao colapso”, completa o presidente da Câmara.
“Precisamos fazer um alerta a toda a sociedade mateense: aquele que não vacinou, vacine. Precisamos vacinar: a primeira dose, a segunda, a dose de reforço” – convocou. “A covid tem levado muitas famílias a perderem os seus entes queridos”.

Comentários Facebook