Estratégia do Bandes na atração de investimentos é destaque no norte do Estado

10

O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) trabalha na atração de investimentos estratégicos, por meio de financiamentos e também na formulação e execução de políticas de fomento aos setores produtivos capixabas. Esse apoio estruturado faz parte do modelo de atendimento adotado pelo banco capixaba, que olha para os setores econômicos, potencializando negócios relevantes para o Espírito Santo.

“Essa estruturação possibilita que empreendimentos estratégicos tenham um suporte mais ágil e alinhado à política de desenvolvimento do Governo, viabilizando o desenvolvimento regionalmente equilibrado em todo o Estado. Além disso, independentemente do modelo de negócios e do porte, essa cadeia produtiva tem interface com outros segmentos, como a indústria química, dada a necessidade de insumos para diversos tipos de tratamento, desde as fibras até os bens acabados, e a indústria de bens de capital, tendo em vista as máquinas e equipamentos que perpassam toda essa dinâmica”, destacou diretor de negócios do Bandes, Marcos Kneip Navarro.

São muitos os casos de êxito na atração ou expansão de empresas e também na formação de polos, como, por exemplo, o grupo GB no norte do Estado. Considerada a lavanderia de jeans mais moderna do País, a empresa de customização começou a operar em 1984, com apenas três máquinas, atendendo a uma pequena confecção. Com a estruturação do modelo de negócio e o apoio do Bandes, a empresa tornou-se referência em customização nacional.

“Esse tipo de crescimento estruturado motiva a instalação de várias outras empresas parceiras satélites e o Bandes contribui de forma decisiva para essa atração, ao identificar a demanda e financiar sua instalação em solo local”, acrescentou Kneip.

Papel indutor

O Bandes é um importante agente de prospecção de novas oportunidades econômicas para o Estado, na coordenação para a recepção a empresários interessados em investir por aqui. A recente reestruturação da instituição permitiu ao banco se adequar às exigências da fase atual da economia estadual, assumindo papel relevante dentro da política de desenvolvimento capixaba.

Com um novo planejamento estratégico que engloba um horizonte de quatro anos e a adequação da estrutura organizacional, o Bandes direciona esforços para a atuação com programas setoriais, cadeias produtivas e o incentivo às potencialidades regionais. Entre os destaques da nova forma de atuar, está o trabalho de incentivo e a atração de novos investimentos para o Espírito Santo, priorizando a atração de empresas em setores estratégicos e estruturantes para a economia capixaba.

“Sob novas diretrizes, o atual modelo de vendas mantém a premissa de atender às falhas de mercado, ou seja, atuar em regiões, mas, principalmente, em setores não atendidos pelo sistema bancário convencional. Com a regionalização apoiada pela especialização, o trabalho estritamente com os gerentes de negócios tende a ser um trabalho voltado a operações mais qualificadas. Contudo, vai apresentar maior dificuldade na sua execução e exigir ainda maior esforço da equipe de vendas para estar presente em todos os 78 municípios do Estado”, pontuou Ezequiel Loureiro, gerente Comercial do Bandes.

Loureiro frisou ainda que, após o período mais severo da crise sanitária que obrigou a equipe de gerentes a executar suas atividades internamente, dando vazão às demandas emergências, o retorno do modelo baseado em atuação mais ativa em campo novamente traz benefícios, como o de gerar uma maior aproximação com os empresários e ter uma visão mais local e real dos negócios. Visão que, segundo o gerente, vai além do que relatórios ou documentos podem expressar.

“Essa nova modelação, priorizando a regionalização do gerente de negócio, também permite que o banco tenha maior visibilidade nos municípios, aproximação com prefeitos e instituições locais, reforçando a identidade de banco de desenvolvimento e ampliando a possibilidade do acesso ao crédito para as mais diversas regiões do Espírito Santo”, ressaltou Loureiro.

Com Informações: Gerência de Comunicação Institucional do Bandes

Comentários Facebook