Ação de combate ao tráfico termina com três criminosos mortos em Pedro Canário

36

As equipes de serviço da 3ª Companhia do 13º Batalhão, em Pedro Canário, receberam uma informação de que indivíduos de alta periculosidade, envolvidos com o tráfico de drogas na região, estariam homiziados em uma propriedade rural de posse de diversas armas de fogo.

Os policiais militares se dirigiram ao local indicado, sendo este de difícil acesso, por ser uma área muito de mata, com vários alagadiços, onde os criminosos estariam preparando, para venda, várias espécies de drogas, além de estarem efetuando diversos disparos de arma de fogo na região, com o intuito de afastar curiosos. A equipe, logo após o desembarque, se deslocou progredindo em patrulhamento a pé, sendo identificado um ponto de apoio dos criminosos, onde existia uma barraca de camping, colchões, uma capa de colete balístico e diversos itens de consumo, não sendo localizado nenhum suspeito.

Continuando em progressão no perímetro, seguindo uma das diversas trilhas utilizadas pelos criminosos, foi identificado um segundo ponto de apoio, também sem integrantes, no qual, após buscas, foi encontrado um detector de metais (profissional MD5008), uma armadilha “tipo canhão” calibre 12 (armada para acionamento), um cartucho de mesmo calibre nas proximidades do acampamento, uma barraca de camping e diversos itens de consumo.

A patrulha policial deu continuidade às buscas, sendo feito translado para a parte oposta de um rio que margeia o local. Após transpor o rio, a equipe policial se aproximou de um terceiro ponto de apoio, onde foi mantido contato visual com um suspeito, sendo dada ordem de parada, após a identificação de que eram policiais militares que ali estavam, momento em que o criminoso começou a atirar contra os policiais militares, que se defenderam efetuando disparos contra o criminoso.

Após cessada a injusta agressão o criminoso caiu no chão e em sua mão estava uma pistola Taurus, com o cão à retaguarda, comprovando os disparos realizados, contendo em seu carregador oito munições intactas e uma na câmara.

Cabe informar que o carregador desta arma tem capacidade para dezoito munições. Posteriormente o criminoso foi identificado, e contra si existiam mandados de prisão pelo crime de homicídio. Um dos policiais se deslocou para buscar ajuda, no intuito de socorrer o criminoso atingido, já que o local, além de difícil acesso, também quase não pega sinal de celular.

Os demais policiais militares da equipe ficaram na contenção do perímetro onde houve o confronto, porém após alguns minutos foram surpreendidos com uma tentativa de emboscada realizada por outros três criminosos, não identificados inicialmente, todos de posse de arma de fogo.

Os criminosos realizaram diversos disparos de arma de fogo contra os policiais militares que novamente se defenderam efetuando disparos, para findar a injusta agressão. Mais uma vez cessada a injusta agressão, os policiais militares cessaram os disparos e viram que dois criminosos foram atingidos e um fugiu.

Dos atingidos um dos suspeitos foi identificado como sendo um dos gerentes da quadrilha que comandaria o tráfico no bairro Santa Rita, em Pedro Canário, sendo suspeito de ter participado de um triplo homicídio no ano de 2020, no bairro Camata, também município de Pedro Canário, sendo encontrada ao seu lado uma pistola calibre 380 de numeração raspada, contendo em seu interior treze munições intactas sendo uma na câmara e doze no carregador, sendo que este tem capacidade para dezoito munições, além de ter sido encontrado no bolso do atingido um carregador reserva, contendo quatorze (14) munições intactas. Visto a complexidade da ocorrência, assim como ser um local de difícil acesso, tanto para a prestação de socorro quanto para solicitar apoio, sendo necessária a transposição de um braço de rio (brejo), os indivíduos não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito, sendo feito contato com a Perícia do Serviço Médico Legal que foi ao local, constatou o óbito e realizou a perícia, sendo os corpos encaminhados ao SML.

Foram apreendidos os seguintes materiais:

– 72 pedras de crack;

– 36 papelotes de cocaína;

– 01 bucha grande de maconha;

– 01 carregador de pistola contendo 21 munições intactas de calibre 380;

– 16 munições avulsas de calibre 380;

– 4 aparelhos celulares;

– 01 balança de precisão;

 

Comentários Facebook