SÃO MATEUS: Câmara reforça articulação com Rigoni para agilizar exploração de sal-gema

O deputado alertou que é preciso união dos gestores de São Mateus, Conceição da Barra, Pinheiros e Jaguaré, junto com autoridades do Estado e da bancada federal, para beneficiar a sal-gema na região, transformando o mineral em cloro, soda cáustica e PVC.

25

 

São Mateus – Desenvolvimento de São Mateus com exploração de sal-gema, ferrovia interestadual e complexo portuário em Uruçuquara. Esta foi a tônica da reunião entre vereadores mateenses, liderados pelo presidente Paulo Fundão, e o deputado federal Felipe Rigoni, no plenário da Câmara Municipal.
Um dos expoentes do Congresso Nacional, o capixaba Rigoni recebeu elogios dos vereadores pela intervenção fundamental para destravar a exploração de sal-gema no norte do Espírito Santo, em especial nos municípios de Conceição da Barra e São Mateus, e com impactos em toda a região.
“Felipe Rigoni é um jovem que faz diferença no parlamento federal”, ressaltou o presidente da Câmara de São Mateus, vereador Paulo Fundão, na recepção ao visitante, na tarde do dia 24.
Os vereadores Kacio Mendes, Isael Aguilar, Robertinho de Assis, Delermano Suim, Adeci de Sena, Carlinho Simião, Lailson da Aroeira, Gilton Gomes e Ciety Cerqueira reforçaram a satisfação de receber Rigoni e conclamaram o apoio dele para, principalmente, agilizar a exploração de sal-gema, transformando o norte capixaba num polo gerador de emprego e renda. “Sempre se lembre de São Mateus quando estiver na Câmara dos Deputados”, conclamou Lailson da Aroeira.
O deputado federal relatou o prazer de estar na Câmara de São Mateus. Salientou que o papel do parlamento é “liderar a sociedade no caminho da prosperidade”. Felipe Rigoni disse esperar que, em novembro próximo, o Espírito Santo esteja com 70% da população com a vacinação completa contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2), pronto para liberar integralmente as atividades econômicas.
Por isso encara a retomada pós-pandemia como um desafio. Otimista, ressaltou aos vereadores mateenses que a exploração de sal-gema já é uma realidade, com, após o recente leilão de 11 áreas, início dos estudos de delimitação de jazidas já definidos para o fim deste ano. Os investimentos, apenas nesta fase de pesquisas, estão estimados em R$ 170 milhões, com geração de 600 empregos na região, de acordo com Rigoni.
O deputado alertou que é preciso união dos gestores de São Mateus, Conceição da Barra, Pinheiros e Jaguaré, junto com autoridades do Estado e da bancada federal, para beneficiar a sal-gema na região, transformando o mineral em cloro, soda cáustica e PVC. Ele salientou que é preciso investir na rede de educação, com foco especial na capacitação de mão de obra, e no reordenamento urbano para esta nova realidade.

PORTO E
FERROVIA
Felipe Rigoni entende que a exploração de sal-gema será favorecida com as ações da empresa PetroCity Portos S/A, que, além de um complexo portuário no litoral mateense, obteve autorização do Governo Federal para construir e operar uma ferrovia entre São Mateus e Ipatinga (MG), com 420 quilômetros de extensão, entre outros projetos.
Rigoni salientou que a construção do porto de Uruçuquara, diferentemente de outros projetos portuários que estão em andamento, já conta com financiamento para as obras. “Vai sair”, frisou. Ele prevê que, após a conclusão do licenciamento ambiental, o complexo portuário fique pronto em até quatro anos. Sobre a ferrovia, calcula um prazo de cinco a sete anos para a conclusão. “O norte do Espírito Santo vai bombar demais”, avalia.
Os vereadores aproveitaram a presença do deputado para reforçar o pedido de interlocução a fim de criar as condições de geração de emprego e renda para a população mateense. O presidente Paulo Fundão enfatiza que a Câmara de São Mateus –eclética, mas com uma harmonia inédita em sua história– está de portas abertas para recepcionar projetos e apoiar parceiros e empreendedores que estejam mobilizados para construir desenvolvimento com bem-estar social para a população.
“Achei ótima a reunião com os vereadores. A nossa intenção é justamente vir para ouvir a população e os seus representantes no parlamento municipal, para entender como a gente pode fazer uma retomada pós-pandemia melhor. Dialogamos com os vereadores, e continuaremos dialogando. Foi muito bom” – completou o deputado federal.

 

Comentários Facebook