ES começa vacinação de adolescentes contra Covid-19 nesta quarta-feira (15)

Expectativa do governo do estado é de que 338.971 pessoas sejam imunizadas. Primeiros grupos a receberem a vacina serão os públicos de 12 a 17 com comorbidades e adolescentes de 15 a 17 em geral.

5
Governo do ES vai vacinar adolescentes — Foto: Divulgação/Sesa-ES

O Governo do Espírito Santo vai dar início, nesta quarta-feira (15), à imunização de 338.971 adolescentes moradores do estado. A decisão foi divulgada na tarde desta terça-feira (14).

Serão imunizados adolescentes de 12 a 17 anos com deficiências permanentes, com comorbidades, gestantes, privados de liberdade, ou puérperas e lactantes.

Para o público geral, o governo autorizou a imunização do público de 15 a 17 anos. Em um segundo momento, após a conclusão dos grupos, a vacinação vai avançar para adolescentes de 12 a 14 anos.

Para quem tem comorbidade, será exigida a apresentação do documento comprobatório daqueles que possuem condições permanentes, com emissão de, no máximo, três anos. Para os que possuem condições adquiridas e transitórias, a comprovação deverá ser de, no máximo, 90 dias. Uma cópia será retida no local da vacinação.

Imunização com Coronavac

No dia 3 de setembro, em coletiva de imprensa, o governador, Renato Casagrande (PSB), havia anunciado que menores de 18 anos seriam imunizados com as 500 mil doses da Coronavac, adquiridas em uma negociação direta entre o estado e o Instituto Butantan.

As doses que deveriam ser entregues no dia 13, no entanto, ainda não chegaram ao estado. Na nova resolução, o governo decidiu que o grupo será imunizado exclusivamente com doses da Pfizer.

Dose de reforço

Em uma resolução também publicada nesta terça-feira (14), o governo também alterou os critérios para aplicação da dose de reforço em idosos e imunossuprimidos.

A partir desta quarta, todos os maiores de 60 anos que tenham completado o esquema de vacinação contra Covid-19 (segunda dose ou dose única) há pelo menos cinco meses poderão ser imunizados com a dose de reforço. Antes, estavam inclusos apenas pessoas acima dos 70 anos.

Para a dose de reforço, serão usadas doses da Pfizer, ou, de maneira alternativa, da Janssen ou AstraZeneca.

Com Informação: G1 ES

Comentários Facebook