Novos iPhones, relógios e mais: o que esperar do evento da Apple

Empresa apresentará novidades na terça-feira (14), a partir das 14h (horário de Brasília).

4
Apple deve lançar quatro novos celulares. — Foto: Thomas Peter/Reuters

A Apple marcou para a próxima terça-feira (14) um evento de lançamento de produtos. A maior expectativa é por novos iPhones, mas a empresa deve mostrar outras novidades, como uma nova geração do seu relógio inteligente Apple Watch e de seus fones de ouvido sem fio AirPods.

As apresentações serão feitas on-line, a partir das 14h (horário de Brasília).Veja o que esperar:

iPhone 13

A expectativa é que a Apple siga o que fez com o iPhone 12 e lance quatro novos celulares:

  • iPhone 13: 6,1 polegadas
  • iPhone 13 mini: 5,4 polegadas
  • iPhone 13 Pro: 6,1 polegadas
  • iPhone 13 Pro Max: 6,7 polegadas

O site especializado em Apple “9to5 Mac” afirma que os novos celulares devem manter um visual parecido com o do iPhone 12. Porém, a câmera frontal e os sensores acima da tela podem ocupar menos espaço.

Novos celulares da Apple devem ser parecidos com o iPhone 12 (foto). — Foto: Reprodução/Apple

De acordo com o site, os dois modelos “Pro” devem ganhar melhorias na câmera e telas com taxa de atualização de 120 Hz, que oferece mais fluidez na reprodução de imagens.

A agência de notícias “Bloomberg” sinaliza que os novos celulares poderão gravar vídeos no “modo retrato”. Hoje disponível apenas para fotos, a opção permite desfocar o fundo das imagens.

Os novos iPhones devem ganhar o processador A15, que ainda não foi revelado pela Apple, e melhorias no desempenho na bateria.

Além disso, a Apple pode incluir tecnologia de comunicação via satélite em seus celulares. A novidade, revelada pelo analista Ming-Chi Kuo, permitiria o envio de mensagens de emergência onde não há rede de celular.

Segundo a “Bloomberg”, porém, os novos celulares poderão suportar este recurso, mas ele não deverá estar disponível até 2022.

Apple Watch Series 7

O evento da fabricante deve ser usado para apresentar uma nova geração dos relógios inteligentes, os Apple Watches. Segundo a “Bloomberg”, o produto deve ganhar um visual repaginado, algo que não acontece desde 2018.

As bordas ao redor da tela ficariam menores e mais quadradas e sua caixa aumentaria 1mm em cada modelo (de 40mm para 41mm, e de 44mm para 45mm). Com isso, as telas do Apple Watch Series 7 também devem ficar maiores.

Novos relógios inteligentes devem ter telas maiores que as do Apple Watch Series 6. — Foto: Reprodução/Apple

A expectativa é que os relógios tenham um processador mais rápido e tecnologias de conexão sem fio aprimoradas – mas sem grandes novidades em funcionalidades.

A própria “Bloomberg” e o jornal japonês “Nikkei” publicaram reportagens em agosto indicando que, devido a esse novo visual, a Apple tem encontrado dificuldades na produção, o que pode jogar água no chope do evento da próxima terça e deixar os lançamentos para outro momento.

iPad

A “Bloomberg” e o site “9to5 Mac” apontam que a companhia deve lançar dois novos iPads até o final do ano. A apresentação pode acontecer agora, em setembro, ou em outro evento ainda em 2021.

Um deles seria uma nova geração do iPad mini, com visual repaginado, mais parecido com os tablets lançados no início do ano, com bordas menores. Caso isso se confirme, a tela do dispositivo pode ficar maior, sem alterar o tamanho geral.

O outro seria uma atualização do iPad tradicional, que ganharia componentes mais potentes e ficaria ligeiramente mais fino do que o modelo atual.

AirPods 3

A Apple também pode mostrar uma nova versão dos seus fones de ouvido sem fio. Rumores apontam que os AirPods 3 serão menores do que a versão atual, mas sem grandes novidades – recursos mais avançados, como cancelamento ativo de ruído, estão presentes na versão mais cara dos fones, os AirPods Pro.

É possível, no entanto, que a Apple deixe para mostrar essa novidade em outro evento até o final do ano.

iOS 15 e outros sistemas

Em junho passado, a Apple apresentou o iOS 15, nova versão do sistema operacional do iPhone, além dos softwares para os iPads, relógios e computadores. Agora, deveremos saber quando a empresa vai liberar essa atualização para os aparelhos.

Com Informação: G1

Comentários Facebook