Indústria de massas de João Neiva se moderniza com apoio do Bandes

Com quase 30 anos de atuação, a fábrica Fornaciari Capeletti investe para ganhar competitividade

21

Prato tradicional da gastronomia italiana, o capeletti – que recebeu este nome devido a sua forma que se assemelha a pequenos chapéus medievais, em italiano “capellos” –  é um produto que faz bastante sucesso em terras capixabas, repleta de descendentes de italianos. Quem conseguiu transformar a iguaria em um negócio de sucesso é a empresa Fornaciari Capeletti, empresa de João Neiva, que contou com apoio do Banco de Desenvolvimento do Espírito santo (Bandes) para o seu crescimento.

Com fabricação de massas caseiras, o empreendimento do casal Valderino Fornaciari e sua esposa Verônica Luisa Fornaciari, iniciou o negócio com a produção e comercialização de capelettis e atualmente apresenta um portfólio de produtos diversificado. Com quase 30 anos no mercado, a fábrica produz diversas opções de produtos como macarrão, ravióli, nhoque, entre outras massas, que são comercializadas em três lojas próprias e em pontos de venda em diferentes cidades.

A fábrica teve início com produção caseira e hoje conta com maquinário importado diretamente da Itália, mantendo a qualidade do produto. Durante a jornada da família para construção do negócio, os empresários contaram por duas vezes com financiamentos do Bandes, sendo o último para investimento em painéis fotovoltaicos, com o objetivo de redução dos custos operacionais e ganho de produtividade.

A produção e a administração do negócio são feitas por um dos filhos do casal, Wellington Fornaciari, que destaca que a empresa familiar é fruto de muita dedicação e esforço. Os empresários buscaram o banco para investir na implantação de placas fotovoltaicas, com o objetivo de redução de seus custos operacionais e ganho de escala. O empresário afirma que é necessária a modernização constante da empresa para aliar qualidade do produto com boas práticas administrativas.

“Buscamos sempre melhorar nossos processos de produção e a implantação do sistema fotovoltaico vem gerando uma economia de aproximadamente 85% no gasto com energia elétrica. Como 80% do investimento foi financiado pelo Bandes, considerando o pagamento das parcelas, mensalmente temos uma economia média de 50%. Essa redução de custos possibilita alocar os recursos economizados em outros projetos da empresa. Para os próximos meses, por exemplo, temos a expectativa de investir em maquinário para o aumento da produção. Outro fato importante é a desconexão da empresa com os aumentos na tarifa de energia e, claro, a contribuição para o meio ambiente”, afirma Wellington Fornaciari.

No comércio da família, além dos produtos fabricados por eles, há também disponíveis para venda outros produtos típicos da gastronomia italiana e capixaba, como queijos, doces, vinhos e biscoitos.

O gerente de Negócios do Bandes, Mario Augusto Jantorno, ressalta a importância da constante modernização da produção como forma de ampliar o mercado.

“O Bandes atua diretamente no setor de energia, com linhas de financiamento específicas para indústria, comércio e serviços. Com o aumento do custo da energia no Brasil, muitos empresários buscam instalar placas fotovoltaicas, aliando esse investimento à modernização e à ampliação de suas instalações e seus processos produtivos”, pontua Jantorno.

 

Informações sobre linhas de financiamento:

www.bandes.com.br

faleconosco@bandes.com.br

Bandes Atende: 0800 283 4202

App disponível para Android e iOS

 

Informações à imprensa:

Gerência de Comunicação Institucional do Bandes

Bárbara Deps Bonato / Wilson Igreja Campos

Comentários Facebook