Deputada quer prioridade na vacinação da Covid-19 para profissionais de imprensa

De acordo com dossiê elaborado pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) a covid-19 matou 169 jornalistas entre abril do ano passado e março deste ano. O Brasil é o país com maior número de mortes de profissionais da imprensa no mundo.

37
Janete de Sá: proteção para profissionais de imprensa

Na semana em que se comemora o Dia do Jornalista, a deputada Janete de Sá (PMN) encaminhou uma indicação do governo do estado pedindo prioridade na vacinação dos profissionais de imprensa contra a Covid-19. Por lei, a atividade jornalística é considerada essencial diante da pandemia da Covid-19

“Os jornalistas estão na linha de frente de trabalho que passa por contatos diretos com profissionais de saúde, pacientes e seus familiares com o objetivo de informar a verdade dos fatos. O trabalho desses profissionais é imprescindível para transmitir à população, através das notícias, as orientações sanitárias que contribuem para a prevenção da Covid-19. De acordo com o sindicato da categoria, no exercício da profissão jornalistas estão sendo infectados e já foram registradas mortes de profissionais por Covid-19 no Espírito Santo”, destacou a parlamentar em sua justificativa.

De acordo com o dossiê elaborado pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) a covid-19 matou 169 jornalistas entre abril do ano passado e março deste ano. O Brasil é o país com maior número de mortes de profissionais da imprensa no mundo.

O dossiê também mostra que, em apenas três meses de 2021, o número de óbitos ultrapassou todo o ano de 2020. No ano passado, foram registradas 78 mortes de abril a dezembro. Em 2021, são 86 vítimas, percentual 8,6% maior que o total de 2020.

“Os números são alarmantes e por isso estamos tentando sensibilizar o governo sobre a importância da vacina para os profissionais de imprensa que com informações verdadeiras e responsabilidade tem ajudado a salvar vidas nesse momento de pandemia”, declarou ainda a deputada Janete de Sá.
A indicação da parlamentar pede que sejam imunizados com prioridade jornalistas, cinegrafistas, fotógrafos, motoristas e profissionais que atuam nas redações de jornais, sites e revistas no ES.

Comentários Facebook