Bandidos usam até fuzil para matar casal em Cariacica

125

Bandidos armados promoveram um ataque, na madrugada de domingo (5), no bairro Aparecida, em Cariacica. Lady Laura de Oliveira Martins, de 30 anos, e o namorado, Ezequias Vieira Carvalho, 33, foram baleados e morreram na hora. Os criminosos usaram até fuzil calibre 556 para efetuar dezenas de disparos, que assustaram moradores.

Lady Laura de Oliveira Martins tinha 30 anos (Foto: Acervo pessoal)

De acordo com investigadores do Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime ocorreu na rua Presidente Costa e Silva, às 0h40. As vítimas estavam na rua quando bandidos em um carro preto passaram. Os criminosos atiraram diversas vezes.

Segundo a polícia, além do fuzil, os criminosos utilizaram escopeta calibre 12, pistola ponto 40 e pistola calibre 9 milímetros. Eles fugiram e não foram localizados pela polícia, que fez buscas na região. Familiares de Lady Laura e Ezequias afirmaram que os dois eram usuários de drogas e que moravam juntos.

“Ela namorava e morava com ele. Só sei que pegaram os dois na rua e atiraram. Não sei a motivação, mas a minha irmã era usuária de drogas há muito tempo. A família tentou ajudar ela muitas vezes, mas ela não conseguiu abandonar o vício”, disse um autônomo, de 26 anos, irmão da mulher e que pediu para não ser identificado.

Ele destacou que a vítima e Ezequias estavam juntos há pouco mais de um ano. “A vida inteira ela morou no bairro e não sei o motivo de terem matado ela. Minha irmã já tinha recebido algumas ameaças de morte. Mas acho que a morte tem a ver com o fato dela ser usuária. Ela tinha quatro filhos pequenos, que moram com a avó”.

O irmão destacou que recebeu a notícia da morte de Lady Laura por volta das 2 horas. “Me ligaram contando o que havia ocorrido. A família já temia que isso pudesse acontecer mais cedo ou mais tarde. Houve situações em que tivemos que pagar dívidas de drogas para ela. Minha irmã era uma boa pessoa, tranquila, mas tinha o vício”.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA | COM INFORMAÇÕES TRIBUNA ONLINE

Comentários Facebook