Reunião de gerenciamento intensivo debate projetos do eixo social do Programa Estado Presente

8

As ações do eixo social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida – que integra a área estratégica de Segurança em Defesa da Vida, do Governo do Espírito Santo –, foram discutidas, nesta sexta-feira (26), em reunião de gerenciamento intensivo coordenada pela Secretaria de Economia e Planejamento (SEP), visando à potencialização de entregas à população capixaba.

Desde o último mês de setembro, sob a coordenação do secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, e da subsecretária de Estado de Planejamento e Projetos, Joseane Zoghbi, vêm sendo realizadas reuniões de gerenciamento intensivo de programas e projetos da Administração Estadual.

Além da vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, e sua equipe, participaram da reunião desta sexta-feira, secretários, subsecretários, gerentes, pontos focais e dirigentes das Secretarias de Direitos Humanos (SEDH); de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades); de Esportes e Lazer (Sesport); de Turismo (Setur); de Cultura (Setur); de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb); de Controle e Transparência; de Gestão e recursos Humanos (Seger); e da Saúde (Sesa); e ainda das polícias Civil e Militar; do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema); e da Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

Prioridade

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, disse que as ações do Programa Estado Presente em Defesa da Vida “têm que ter prioridade em cada órgão do Governo”, por integrar a carteira de projetos estratégicos da Administração Estadual. O programa tem dois eixos: controle da criminalidade e prevenção à violência, a partir da ampliação do acesso aos serviços básicos e promoção da cidadania em regiões caracterizadas por altos índices de vulnerabilidade social.

A vice-governadora Jacqueline Moraes ressaltou que o Governo do Estado tem uma marca forte no social. Ela falou sobre a necessidade de avanços, como forma de também fazer com que a Segurança Pública melhore ainda mais os seus resultados. “Vamos entregar o máximo que pudermos para melhorar a vida das pessoas”, afirmou.

Durante o encontro técnico, realizado virtualmente, as equipes das Secretarias e Órgãos puderam avaliar dados detalhadamente registrados em um BI elaborado pela equipe da Subsecretaria de Planejamento e Projetos (Subepp), em parceria com o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado (Prodest). O BI é uma ferramenta analítica que favorece o Planejamento Estratégico e, por meio dele, é possível avaliar o status das entregas de cada área.

A subsecretária Joseane Zoghbi coordenou os trabalhos analisando, com gestores, gerentes e pontos focais de cada Secretaria e órgão, o status de cada projeto do programa, buscando eliminar gargalos e viabilizar entregas à sociedade capixaba em todo o Estado, o que, segundo ela, segue a diretriz de Governo que visa à descentralização do desenvolvimento do Espírito Santo.

Joseane Zoghbi explicou que posteriormente às reuniões de gerenciamento das nove áreas estratégicas do Governo, serão apresentados os dados, em relação ao que está em execução e os pontos críticos e gargalos dos projetos e programas, em encontros com o governador do Estado, Renato Casagrande. Esses encontros terão formato híbrido, em respeito às normas sanitárias de combate à Covid-19, sendo realizados nas formas presencial, com a participação de secretários das áreas, e virtual, com o restante das equipes.

Carteiras

Compete à equipe do Escritório de Projetos do Governo, que funciona na Secretaria de Economia e Planejamento (SEP), e à Subsecretaria de Planejamento e Projetos (Subepp) do mesmo órgão, realizar as reuniões de gerenciamento intensivo de programas e projetos.

O Governo do Estado trabalha com três carteiras de programas e projetos nas nove áreas estratégicas, dentro do Modelo de Gestão para Resultados Realiza+, que tem coordenação direta do governador, favorecendo a ampliação de entregas à população.

Com o Realiza+, o Governo do Estado faz o gerenciamento intensivo dos programas e projetos, por meio de pessoas, tecnologia e processos. No que se refere a pessoal, atuam gerentes de projetos ligados ao Escritório de Projetos do Governo e ainda os das secretarias e demais órgãos. Há também uma rede de pontos focais, formada por servidores que dão celeridade no andamento dos processos, e que são ligados a vários órgãos da Administração Estadual.

Com Informações: Assessoria de Comunicação da SEP

Comentários Facebook