Nem eles acreditam na reeleição de Bolsonaro: Mourão e Damares querem vaga no Senado

15

Os dois brigavam nos bastidores para compor a chapa de reeleição de Bolsonaro como candidatos a vice.

O vice atual, general Mourão já havia sido rifado pelos filhos do presidente. O acusam de conspirar contra o titular.

Já a saltitante ministra da Mulher, Damares Alves, ex-assessora de Magno Malta, também se assanhou para ser a nova vice, na eleição de 2022.

Mas ambos desistiram ao ver que dificilmente o capitão será reeleito. O próprio Bolsonaro as vezes diz que pode nem disputar novo mandato.

VICE VAGA

Mourão tenta ser candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul, e Damares pelo Distrito Federal.

Ambos estão em busca de legendas. A ministra tenta se viabilizar via deputada Celina Leão, do PP/DF, Secretaria da Mulher da Câmara.

Segundo informações da CNN Brasil, desde 31 de agosto que Mourão debate o tema.

E tratou primeiro com Bolsonaro, a quem pediu uma declaração pública de apoio.

Na conversa, o vice sustentou que, embora tenha discordâncias em alguns pontos, sempre foi leal ao governo.

Com Informação: Agência Congresso

Comentários Facebook