SERRA: Hospital Estadual Materno Infantil começa a receber pacientes com Covid-19

Durante o processo de efetivação da unidade para o seu funcionamento, a OS foi responsável pela contratação da equipe médica e do corpo administrativo, além disso, toda mobilização de recursos humanos será realizada pela Aebes.

13

Foto: Hélio Filho/Secom

 

O Hospital Estadual Materno Infantil, no município da Serra, começará a receber os primeiros pacientes para o tratamento do novo Coronavírus (Covid-19) a partir desta quarta-feira (07), com a disponibilização dos primeiros 30 leitos de enfermaria adulto. A previsão é de que, nos próximos dias, a unidade passe a dispor mais 90 leitos de enfermaria adulto e, até final de maio, mais 13 leitos de enfermaria adulto e 19 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para casos de complicação súbita, totalizando 152 leitos Covid-19.

Construída pela Prefeitura Municipal da Serra e transferida para gestão do Governo do Estado, em 2020, a unidade será integrada como anexo ao Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, referência do Espírito Santo para o tratamento de casos graves e potencialmente graves da Covid-19, tendo a sua estrutura incorporada no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde como endereço complementar ao Hospital Dr. Jayme. Além disso, o acesso à nova unidade será feito pela Central Estadual de Regulação de Leitos.

A expansão é mais uma ação do Programa Estadual “Leitos para Todos”, que contou com o investimento aproximado de R$ 12 milhões entre adequações físicas, elétricas e compra de equipamentos para todos os leitos.

“É uma boa notícia para a cidade da Serra e para todo o Espírito Santo. Estamos abrindo o Hospital Estadual Materno Infantil com 30 leitos nesta quarta-feira e iremos abrir 152 até o fim de maio. Enquanto for necessário, o hospital será utilizado para o enfrentamento à Covid-19, dando dignidade aos capixabas. Foram R$ 12 milhões em investimentos na estrutura física e compra de equipamentos para termos um hospital de médio porte neste momento. Quando vencermos a Covid, posteriormente, o hospital será uma unidade Materno Infantil”, afirmou o governador Renato Casagrande.

De acordo com a Secretaria da Saúde (Sesa), a expectativa é de que, ao final da pandemia, o perfil temporário de atendimento aos pacientes Covid-19 do Hospital Estadual Materno Infantil possa ser ajustado para a implementação do serviço de maternidade, com a possibilidade também de readequar o quadro de especialidades ofertados pelo Hospital Dr. Jayme.

O subsecretário de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde, Gleikson Barbosa dos Santos, destaca que o Governo do Estado realizou modificações na estrutura do hospital e que a inauguração da unidade é fundamental para o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus em solo capixaba. “Tivemos que realizar algumas modificações, como a ampliação do tanque de oxigênio e adaptações na rede elétrica do local. Essa entrega é fundamental para o enfrentamento da pandemia e acreditamos que com a ampliação de leitos, a taxa de ocupação deve diminuir gradativamente”, disse.

O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), celebrou Termo Aditivo ao Contrato de Gestão 01/2012 com a Organização Social Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (AEBES), para oferta de leitos, utilizando-se da estrutura do então Hospital Materno Infantil da Serra (HMIS). Durante o processo de efetivação da unidade para o seu funcionamento, a OS foi responsável pela contratação da equipe médica e do corpo administrativo, além disso, toda mobilização de recursos humanos será realizada pela Aebes.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo

Comentários Facebook