Governador se reúne com vereadores para debater cumprimento das medidas de enfrentamento à Covid-19

11
Fotos: Hélio Filho/Secom

O governador do Estado, Renato Casagrande, liderou, na manhã desta quarta-feira (24), uma reunião com presidentes e representantes das Câmaras de Vereadores para debater sobre o cumprimento das medidas restritivas em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). No encontro virtual, o chefe do Executivo Estadual sugeriu a criação de comissões em cada um dos Legislativos municipais para trabalhar em conjunto com o Governo do Estado e prefeituras.

Casagrande destacou a importância dos vereadores participarem ativamente das discussões em torno do cumprimento das medidas em seus municípios. Durante a reunião, os representantes dos demais Poderes abordaram as ações que estão sendo tomadas, bem como a importância do cumprimento das normas definidas pelo Executivo Estadual. Alguns vereadores pediram a palavra e falaram sobre a situação em seus municípios, demonstrando as ações do Governo do Estado no combate à pandemia.

O governador conclamou os presentes a se unirem em um esforço coletivo para atravessarmos esse momento de aumento do contágio da doença em todo País. “É importante que vocês saibam e cobrem se estiver faltando alguma coisa no município. As Câmaras de Vereadores podem estabelecer uma comissão em relação à Covid-19, sendo também protagonistas na definição de ações de proteção à vida. Discutindo com o prefeito sobre as medidas, cobrando o governador, interagindo com os promotores de Justiça e as forças de segurança para ter todas as informações possíveis. Esse momento exige um esforço de todos”, afirmou.

Casagrande prosseguiu: “Mais do que ninguém, eu gostaria que estivéssemos com toda economia aberta, gerando arrecadação para que a gente possa fazer ainda mais investimentos. No entanto, temos que compreender que necessitamos de reduzir a interação, como forma de evitar o contágio da doença. O transporte público é um desafio, assim como são as atividades sociais, a exemplo da ida à praia ou festas. Algumas pessoas ainda não entenderam ou não têm empatia e amor ao próximo e continuam se aglomerando. Se não restringirmos a interação agora, a situação vai se agravar ainda mais e depois não adianta cobrar um leito, pois não terá na rede pública e nem privada para ninguém.”

Também participaram do encontro virtual, a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; os secretários de Estado que integram a Sala de Situação; a procuradora-geral de Justiça, Luciana Andrade; o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Rodrigo Chamoun; e o presidente da Associação das Câmaras de Vereadores do Espírito Santo (Ascamves), Wagner França.

Com Informações: Assessoria de Comunicação do Governo

Comentários Facebook