Apple Glass: óculos smart terão tecnologia contra acidentes e impactos

Patentes indicam formas de impedir colisão do usuário com paredes, objetos ou carros do mundo real.

16
Foto: Reprodução/GizmoChina

A Apple patenteou uma série de novos recursos para o futuro Apple Glass nos últimos dias, incluindo uma medida que busca minimizar possíveis acidentes com os óculos smart de realidade aumentada (AR). A ideia presente no projeto indica uma forma de avisar o usuário sobre colisões com objetos e até mesmo carros, sem que eles tenham que tirar o aparelho para isso.

Outros aspectos como desenvolvimento das experiências audiovisuais com a música e com as funções hápticas do óculos, bem como ajustes na estrutura, também são pontos tratados na nova patente da empresa da maçã. Essas e outras ideias já registradas em projetos delineiam o que se pode esperar do Apple Glass, que reserva especulações para o lançamento nos próximos anos.

Patente projeta medidas para impedir colisão de usuários com objetos ou carros do mundo real — Foto: Reprodução/Apple Insider

O método utilizado para apontar a existência de um objeto ou uma parede é manter a circuncisão deles, mesmo que de forma discreta, junto do que estiver sendo exibido nos óculos. É possível dimensionar a ideia do projeto na explicação contida nele, que sugere uma experiência de alguém usando o Apple Glass, supostamente na sala de casa, visualizando nele uma projeção pré-histórica. Nesse cenário projetado, mesmo “deficiente em móveis de sala, a sala em que o usuário está localizado continua a incluir uma mesa de centro”.

Essa é uma medida para solucionar o problema sem ter que retirar os óculos para evitar uma colisão, visto que isso também interfere na experiência com dispositivos de realidade aumentada. Uma das justificativas presentes no documento alerta para a importância de resolver esses impasses, uma vez que “à medida que as experiências se tornam cada vez mais imersivas, o usuário pode ser incapaz de sentir essas interações indesejáveis ​​rápido o suficiente para evitá-las”, descreve a Apple na patente.

Apple Glass poderá ser usado para controlar iPhone e iPad, enquanto para outros usuários os dispositivos apresentarão apenas uma tela em branco — Foto: Reprodução/AppleInsider

Outras questões estão sendo pensadas, como formas de proporcionar uma experiência imersiva àquele que pretende ouvir músicas e interagir com os óculos da Apple. A ideia em questão envolve alguma exibição na tela que interaja com o som, ocupando os olhos durante a música, de modo a complementar o que está sendo reproduzido em termos de áudio. Vale dizer que a estrutura também tem sido trabalhada, de forma a ajustar a distância das lentes para se encaixar perfeitamente em qualquer rosto.

Além dos toques hápticos que a fabricante tem projetado para o Apple Glass, outras ideias também permeiam os projetos dos óculos, como uma ferramenta capaz de permitir somente quem está usando o dispositivo a enxergar a tela de iPhones e iPads. Outra função cogitada é uma espécie de rival do Google Street View acoplada nas lentes, que podem orientar o usuário sobre endereços e rotas de locais físicos.

Por fim, é preciso ressaltar que, apesar das diversas patentes e especulações, não existe nenhuma confirmação, tanto do lançamento, quanto das funções do Apple Glass.

Com informações: Apple Insider

Comentários Facebook