Filho de família tradicional de São Mateus é executado a tiro em Pontal do Ipiranga, Linhares

O suspeito de autoria do crime é velho conhecido da Polícia e já esteve preso por homicídio.

4613
Iury foi morto a tiros após discussão em show

O tecnólogo Iuri Lurentt Barcellos, morador de São Mateus, norte do Espírito Santo, foi morto com um tiro à queima-roupa em frente a um bar, no balneário de Pontal do Ipiranga, litoral de Linhares, na madrugada deste domingo (7/3).

Iury é filho do mateense Ramilton Bonomo e sobrinho-neto do promotor de Justiça aposentado e colaborador do Site do Jornal A Ilha, Salvador Bonomo.

O autor do crime, identificado por Tiago Zoio, foi identificado a partir da prisão de um amigo dele que estava ameaçando testemunhas do crime.   

De acordo com a PM, Iuri estava na companhia de um amigo na calçada do bar quando o criminoso puxou a arma e disparou contra a vítima que caiu no chão. O assassino fugiu num veículo Ônix de cor branca, acompanhado de uma mulher.

Conforme o Boletim Unificado, que descreve o crime, o homem que estava com o tecnólogo se evadiu logo após o homicídio em um Jeep Renegate branco para o interior de Pontal do Ipiranga, mas foi detido posteriormente.

Testemunhas relataram a Polícia que, no momento do crime, o bar estava em pleno funcionamento e, momentos antes do crime, havia acontecido um show com música ao vivo no estabelecimento.

IMAGENS EM VÍDEO

O bar tem sistema de videomonitoramento e houve advertência da PM para que mantivesse as gravações, que serão solicitadas posteriormente pela Polícia Civil. A perícia esteve no local e o corpo foi removido para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares.

A Polícia Militar informou a prisão de um suspeito do crime na madruga deste domingo (7), depois de fazer diligências em Pontal do Ipiranga.

O titular da Delegacia de Linhares, delegado Fabrício Lucindo revelou que o autor do crime é Tiago Zoio, que terá sua prisão preventiva solicitada à Justiça já que fugiu do flagrante. Ainda segundo o delegado, Tiago é velho conhecido da polícia e já teria passagem por homicídio.

TEXTO: HILMAR DE JESUS

 

Comentários Facebook