Reforma da delegacia de Montanha vai sair, após cobrança de Bruno Lamas

O deputado Bruno Lamas vai percorrer municípios do norte nos próximos dias para ouvir as demandas em que pode ajudar junto ao Governo. Linhares e São Mateus estão no radar. além de Montanha.

47
Bruno quer ouvir as demandas dos prefeitos do Norte.

O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) recebeu o sinal verde do delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, de que a delegacia de Montanha será reformada.

A resposta do delegado foi dada a um ofício em que o parlamentar denunciou as más condições físicas do prédio onde hoje funciona a unidade, com diversas infiltrações, e que impedem a realização de um melhor trabalho, colocando em risco a vida de policiais e moradores que frequentam o local.

“Em atenção ao pedido de reforma, manutenção predial e ampliação da delegacia feito pelo deputado, foi encaminhado ao DER-ES (Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo) solicitação para urgente manutenção predial corretiva”, declarou Arruda, após a interdição da unidade por conta das fortes chuvas que agravaram ainda mais a situação do local.

Além disso, Arruda lembra que a Delegacia Móvel da Polícia Civil já está no município para  atendimento emergencial até que ocorra a mudança da unidade para outro local adequado, que está sendo viabilizado pelo prefeito André Sampaio (PSB).

Outro problema apontado pelo deputado, e que virou uma indicação ao governo do Estado, é a ausência de viaturas suficientes, o que levou Bruno a requerer caminhonetes para delegacia, como forma de atender às necessidades de abordagem policial e alcance da criminalidade local.

“Os veículos necessários, tendo em vistas as necessidades, topografia e dificuldades geográficas e de mobilidade do município de Montanha, são caminhonetes 4×4, que ajudarão no atendimento de acidentes de trânsito, fiscalização e policiamento preventivo e repressivo”, detalhou o deputado.

Segundo Bruno, há ainda um outro problema que deve ser resolvido com urgência: a retirada dos veículos que se encontram estacionados em frente à delegacia.

“Os veículos foram abandonados após a apreensão policial. Em sua maioria, eles não possuem funcionalidade ou vida útil para serem destinados uma vez mais ao uso. A situação é agravada por questões sanitárias, tais como o acúmulo de água e risco de dengue, ratos e demais insetos que se acumulam nas cavidades dos veículos”, alertou.

Montanha não possui pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/ES) para depósito dos veículos. Dessa forma, os carros ficam abandonados em via pública de movimentação intensa.

 

Comentários Facebook