Fontes de fomento à inovação: Bandes amplia mecanismos de apoio a empresas e startups

O banco apoia a inovação em duas frentes: com o crédito tradicional e por meio dos Fundos de Investimentos em Participações (FIPs), para startups.

32

Os produtos e serviços disponibilizados pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) direcionados a empresas inovadoras e startups foram ampliados. O acréscimo aconteceu tanto na ampliação das linhas de crédito para o setor como também na adição de um novo Fundo de Investimentos em Participações (FIP) à carteira do banco capixaba.

O fomento à inovação tecnológica e à criação de um ambiente de investimento na modernização de modelos de negócio, além do incentivo à criação de novas empresas de base tecnológica é parte da estratégia do Bandes. Os recursos disponibilizados pelo banco atuam como ferramenta crucial em um ambiente altamente competitivo.

O Bandes apoia a inovação em duas frentes: com o crédito tradicional e por meio dos Fundos de Investimentos em Participações (FIP), voltados para startups. Nessa forma de atuação, a proposta é identificar, por meio de seleção, empresas com alto potencial inovador e promover aporte financeiro e auxílio na gestão, em troca de participação no capital social da empresa por um tempo determinado.

No Estado, os empresários do setor podem contar com recursos e soluções financeiras disponíveis no Bandes, que apoia projetos de alto valor agregado para cumprir seu papel de agente de desenvolvimento e para ampliar a competitividade das empresas no âmbito regional e nacional.

Ampliação em parceria com a Finep

 No Espírito Santo, o Bandes é repassador exclusivo, entre outros produtos, das linhas Inovacred, com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para financiamento a projetos, visando à introdução de novos produtos e serviços, melhoria de processos produtivos ou à inovação organizacional.

As linhas Inovacred apoiam desde a contratação de consultorias até o registro de patentes, passando por obras e compra de software e equipamentos que sejam utilizados em processos de pesquisa, desenvolvimento e inovação na empresa.

No período de isolamento social, onde os cuidados com a saúde foram redobrados, o Bandes passou a oferecer também apoio a projetos de aquisição de dispositivos médicos para hospitais, clínicas, laboratórios médicos e demais atividades ligadas ao setor de Saúde. A linha atende a vários modelos de negócio ligados ao setor, como clínicas de fisioterapia, por exemplo, e possibilita investimento em maquinário próprios para o combate à Covid-19, como respiradores, ventiladores, máscaras, termômetros, assim como equipamentos para exames.

Fundo de Investimento em Participações (FIPs)

Os FIPs são uma modalidade de apoio distinta do crédito tradicional. Por ser cotista desses fundos, o Bandes abre caminho para que empresas capixabas se candidatem, por meio de processo seletivo. Cada fundo tem uma maneira de escolher suas empresas “investidas” e uma empresa gestora responsável por identificar o potencial de crescimento das empresas candidatas.

Desde 2020, o Fundo de coinvestimento, chamado “Anjo”, passou a fazer parte da carteira do banco. O fundo é multiestágio, ou seja, o perfil da carteira será segmentado em estágios de maturação do investimento.

“Nos últimos cinco anos, observamos um significativo amadurecimento das empresas de base tecnológica no Estado e, de forma concomitante, o Bandes vem ampliando sua carteira de investimentos nos FIPs, objetivando alcançar o maior número de micro e pequenas empresas de perfil inovador e alto potencial de crescimento a serem apoiadas em território capixaba”, destaca o gerente de Participações do Bandes, Wagner Rubim.

Wagner complementa que a Domo Invest, gestora do mais novo fundo a integrar a carteira de investimentos do Bandes, deve coinvestir cerca de de R$ 10 milhões em aproximadamente 20 startups do Estado. “O foco do Fip Anjo são companhias dos setores de agronegócios, biotecnologia, cidades inteligentes, economia criativa, saúde e tecnologia da informação e comunicação (TIC)”, complementa.

Com Informações: Gerência de Comunicação Institucional do Bandes

Comentários Facebook