Como Começou O Socialismo Parte I

O socialismo, nada mais é do que tornar todos iguais financeiramente e de pensamento único.

62

As ideias socialistas-comunistas, começaram com Karl Marx e Friedrich Engells. Dois alemães que em fevereiro de 1847, publicaram o “Manifesto Comunista”. Teóricos de esquerda que, diferentemente de outros pensadores seus anteriores, queriam ver suas ideias colocadas em prática.
Veremos nas sequências dos capítulos como isto chegou ao Brasil e suas consequências maléficas.
O socialismo pressupõe derrubar o capitalismo que, acreditavam e continuam teimando em acreditar, ser um regime cruel e explorador do trabalhador, para cada vez mais enriquecer-se e, a força do trabalho ficar sempre mais pobre é dependente dos capitalistas. O objetivo final do socialismo é implantar o comunismo.
O socialismo, nada mais é do que tornar todos iguais financeiramente e de pensamento único. Não tem como dar certo. Isto porque desestimulará quem quer trabalhar, produzir e crescer. Todos os trabalhadores serão pobres e mineráveis, as empresas particulares irão desaparecerem, ficarão as estatais que na prática serão propriedades dos donos do poder, por extensão também senhores absolutos do país exemplos: Cuba, Venezuela, Angola e Coreia do Norte que atingiu o estágio final do socialismo que é o comunismo, onde até o corte de cabelo tem que ser o que o ditador quiser.
Voltando a Karl Marx. Logo as suas ideias entraram em conflito com o Governo Alemão que o expulsou e foi para Paris, para a Bélgica, sempre expulso por pressão dos mandatários alemães. Voltou novamente para seu solo natal e estabeleceu-se na cidade de Colônia, onde lançou o jornal “Nova Gazeta Renana”. Novamente expulso e cassaram sua cidadania Alemã, virou um homem sem pátria e foi para Londres, onde vivia uma vida miserável, mesmo ajudado por amigos e escrevendo para jornais americanos.

Texto: Antônio Tauffner

Comentários Facebook