Neucimar Fraga amplia base de apoio a Bolsonaro na Câmara Federal

Deputado capixaba visita o alagoano Arthur Lira, candidato de Bolsonaro à presidência da Câmara

125
Foto: Divulgação

A saída de Sérgio Vidigal (PDT) da Câmara dos Deputados, depois de eleito prefeito da Serra, ampliou a base de apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Congresso. O novo ocupante da vaga, Neucimar Fraga, é presidente estadual do PSD, um dos partidos que integra o Centrão, bloco informal de direita e de extrema direita, atualmente alinhado ao governo federal, articulado para votar em conjunto determinada matéria, segundo interesses de seus membros.

Como um dos primeiros movimentos como deputado federal, Neucimar Fraga, que foi derrotado na eleição para a prefeitura de Vila Velha, anunciou o apoio a Arthur Lira (PP), candidato do presidente da República à Presidência da Câmara, no embate com o atual presidente, Rodrigo Maia (DEM), que lançou Baleia Rossi (MDB), com o apoio de partidos do centro e da esquerda. Essa disputa tem influência direta na sucessão presidencial de 2022, a partir da condução da pauta de votação no Congresso, que é uma atribuição do presidente da Câmara e envolve, entre outros projetos, o impeachment de Bolsonaro.

Neste domingo (10), o deputado distribuiu nota confirmando que esteve reunido com o candidato bolsonarista: “Estive reunido nesta noite com o candidato à presidência da Câmara dos Deputados, o deputado Arthur Lira (PP). Durante o encontro, na residência de Lira, conversamos sobre a futura forma de condução do parlamento e os compromissos assumidos com a pauta do desenvolvimento, da segurança pública e educação”.

“Foi enfatizado ainda, – acrescenta o texto -, o empenho em lutar por um parlamento independente, comprometido com as mudanças que o Brasil anseia. Aproveitei a oportunidade para convidar Arthur Lira para visitar o Espírito Santo e reafirmar seu comprometimento em ajudar a bancada capixaba, na defesa das pautas de interesses do Estado. Após a reunião, anunciei o apoio à candidatura de Arthur Lira à presidência da Câmara”.

Com Neucimar, a bancada capixaba na Câmara, composta por 10 deputados, ganha mais um adepto de Bolsonaro, totalizando sete parlamentares que se articulam com o governo federal: Amaro Neto (Republicanos), Da Vitória (Cidadania), Soraya Manato (PSL), Norma Ayub (Dem), Lauriete (PSC) e Evair.

Dos outros três integrantes da bancada, somente o deputado Helder Salomão (PT) tem mantido uma oposição sistemática a Bolsonaro. Felipe Rigoni e Ted Conti, apesar de filiados ao PSB, adotam posicionamentos conflitantes com o direcionamento adotado pelo partido, que integra o bloco contrário.

Na votação da reforma da Previdência, por exemplo, os dois foram punidos por terem se posicionado favoravelmente ao projeto, desobedecendo decisão partidária. O partido havia fechado questão contra a proposta do governo Jair Bolsonaro por considerá-la “um ataque grave a direitos sociais indispensáveis à maioria da população brasileira.

Com informação: Século Diário

 

Comentários Facebook