GURIRI: Hora do basta!!!Donos de bailes clandestinos serão denunciados ao MP-ES

O promotor de eventos Wagner Dutra promoveu uma festa com ingresso ao preço unitário de R$ 50 para 500 pessoas. É reincidente neste tipo de crime, segundo secretário de Saúde.

708

O município de São Mateus vai denunciar nesta semana ao Ministério Público e pedir rigor da Justiça para punir os promotores de bailes clandestinos no balneário de Guriri, que desrespeitaram um decreto municipal que proíbe aglomerações em decorrência da pandemia da Covid-19. Essas providências foram anunciadas com exclusividade para o Site do Jornal A Ilha neste domingo (3) pelo Secretário Municipal de Saúde Luiz Antônio Folador.

Pelo menos cinco bailes clandestinos foram realizados na virada do ano no balneário de Guriri – e prosseguiram na sexta-feira e no sábado – apesar da constante vigilância dos agentes de saúde da Secretaria Municipal de Saúde, conforme revelou o secretário.

Folador disse que no caso do promotor de eventos Wagner Dutra, que promoveu um baile em recinto fechado para mais de 500 pessoas no balneário, haverá uma denúncia específica, por se tratar de reincidente. “Esse senhor, no ano passado, promoveu um evento no Almar em que houve até incêndio com queimada da restinga”, lembrou, adiantando que este ano ele já foi notificado por desrespeito ao decreto municipal que proíbe eventos em Guriri. Concluindo Folador lembrou que na reunião entre o Ministério Público e as autoridades ficou acertado que não seria tolerado eventos com aglomeração de pessoas, portanto, “estamos no dever de fazer a denúncia para que quem desrespeitou, seja penalizado porque está cometendo uma irresponsabilidade em um momento de pandemia”.

O secretário lembrou que a PM, em casos de eventos fechados, não tem como atuar para acabar, a não ser quando acontece algum crime contra a pessoa, mas assegurou que os agentes de saúde do município vão continuar com a fiscalização para notificar os infratores”.

TEXTO: HILMAR DE JESUS

Comentários Facebook