Neto Barros será o coordenador de Governo da gestão de Sérgio Vidigal

Prefeito de Baixo Guandu, que encerra seu segundo mandato, ocupará uma das pastas de maior destaque da administração da Serra

77

O nome foi anunciado nesta quarta-feira (30) pelo prefeito eleito, juntamente com mais quatro nomes para compor a equipe, entre eles o do vice-prefeito, Thiago Carreiro (Cidadania), que irá assumir a Secretaria de Economia Criativa, que engloba Cultura, Turismo, Esporte, Lazer, Qualidade de Vida e Felicidade.

Além desses dois, Sérgio Vidigal anunciou o professor Alessandro Bermudes, do Instituto Federal de Educação (Ifes) – Campus Serra, que será responsável pela Secretaria de Educação; a jornalista Fabíola Zardini para a Secretaria de Comunicação; a assistente social Lilian Mota para comandar a Secretaria de Cidadania e Políticas Públicas; e Enio Bergoli, para a Secretaria de Serviços.

“Vamos unir tecnologia e ensino. Eu já trabalho desenvolvendo projetos na educação da Serra com alunos da região periférica. Temos muitas práticas positivas do Ifes que vamos implantar no município, onde o aluno é o protagonista”, afirmou o professor Bermudes.

Para o prefeito eleito, “estamos vivenciando um cenário que não é fácil. Por isso, é importante ter uma equipe técnica para enfrentarmos os próximos desafios. Vamos trabalhar muito e além de entregar resultados à população precisamos fazer um planejamento da Serra para o futuro, não só para o mandato”, garantiu.

Na última quarta-feira (23), foram divulgados os seis primeiros nomes para compor a gestão. Entre eles estão o secretário da Fazenda, Henrique Valetim; da Segurança, Fabricio Dutra; Gestão e Recursos Humanos Deyse Lemos; Procuradoria Geral, Harlen Marcelo Pereira de Souza; Controladoria Geral, Marcelo Antunes; e Infraestrutura e Mobilidade, Halpher Luiggi.

Vidigal também definiu a secretária de Saúde, Sheila Cruz; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Benoni Antônio Santos; o secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente: Claudio Denicoli, a secretária de Políticas Públicas das Mulheres, Gracimeri Gaviorno; e o presidente do Instituto de Previdência da Serra, Alessandro Comper.

Com informação: Século Diário
Comentários Facebook