Suspeito de matar professor de capoeira na Vila de Itaunas se entrega à Polícia

Tiago Viana, que matou Cuarassy Pedro Medeiros Del Nery, se entregou após a PC executar buscas no município

324
FOTO: DIVULGAÇÃO

Ele foi levado ao plantão da 18ª Delegacia Regional de São Mateus e de lá para o presídio. Tiago Viana, conhecido como Tiago Aranha, disse que a arma usada no crime foi jogada no rio Itaúnas, indicando o local, no final da trilha da Matinha.

A prisão ocorreu por determinação do delegado Alisson Pequeno, para que a equipe de investigadores seguisse para a cidade de Linhares para dar cumprimento ao mandado de prisão n° 0001100-48.2020.8.08.0015, expedido um dia depois do crime pelo juiz Samuel Miranda Gonçalves Soares. As informações do setor de inteligência mostravam que o procurado estava naquela cidade.

A equipe seguiu para alguns endereços no município para dar cumprimento à ordem judicial, mas, durante os levantamentos na cidade, o advogado manteve contato com um dos policiais da equipe, afirmando que seu cliente se apresentaria espontaneamente aos policiais. A prisão ocorreu na avenida Carlos Lindemberg, Centro de Linhares, onde se localiza o escritório do advogado.

Tiago disparou três tiros nas costas da vítima, e, apesar de ter confessado o crime à Polícia Civil e ainda ter se evadido do local e dispensado a arma, sua prisão dependia da execução do mandado de prisão preventiva pela Justiça, expedido no último sábado (19).

Um vídeo gravado no local do crime derruba a versão de legítima defesa apresentada pelo assassino confesso à Polícia. As imagens mostram a vítima sendo alvo de provocações do criminoso, ao que respondia, repetidamente: “Vai embora, não quero te ver, você arruma confusão e fala que vai matar os outros”. Depois de iniciada uma briga, Tiago entra num estabelecimento e imediatamente os disparos são efetivados.

Com informação: Século Diário
Comentários Facebook