Jolie ‘zumbi’ é liberada de cumprir dez anos de prisão no Irã

Sahar Tabar, de 19 anos, havia sido acusada de obscenidade e de insultar o hijab

111
A jovem iraniana Sahar Tabar (Foto: Instagram)

A jovem conhecida na internet como “Angelina Jolie Zumbi” foi liberada de cumprir uma pena de 10 anos de prisão após ter sido acusada de obscenidade e de insultar o hijab. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, Sahar Tabar, de 19 anos, foi libertada sob fiança no domingo (13).

A jornalista e ativista iraniana Masih Alinejad também compartilhou a notícia em seu Twitter nesta quinta-feira, e explicou que a “pressão massiva da mídia” foi o que ajudou a jovem.

Ao anunciar a prisão de Tabar na semana passada, Alinejad também fez um apelo à própria atriz de ‘Malévola’: “Eu peço à Angelina Jolie para ajudar uma garota iraniana de 19 anos que recebeu uma sentença de dez anos de prisão por usar maquiagem a Photoshop para se transformar na Angelina”.

Tabar – cujo nome verdadeiro é Fatemeh Khishvand – também havia recebido acusações de “promoção da corrupção pública”, “blasfêmia” e “incitação de violência” por causa de sua atividade online, segundo o Daily Mail. 

A jovem iraniana Sahar Tabar antes (Foto: Instagram)

A jovem ficou famosa na internet em 2017 por compartilhar fotos supereditadas de si mesma. Em entrevista ao site Sputnik, ela negou ter feito cirurgias plásticas para ficar com a aparência das imagens: “Isso é Photoshop e maquiagem. Cada vez que publico uma foto, pinto meu rosto de uma forma cada vez mais engraçada. É uma forma de se expressar, uma espécie de arte. Meus fãs sabem que este não é meu rosto real.”

Ela também explicou que não queria ficar parecida com Jolie: “Nem pensei em ser como ela. Além disso, eu não queria me parecer com a personagem da animação ‘A Noiva Cadáver'”.

A jovem iraniana Sahar Tabar (Foto: Instagram)

 

Comentários Facebook