Detran-ES e Exército realizam desinfecção contra o novo Coronavírus em áreas de provas práticas

39

Em mais uma ação conjunta do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) com o 38º Batalhão de Infantaria, está sendo realizada, a partir desta segunda-feira (14), limpeza e descontaminação das áreas de Provas Práticas de Direção Veicular da Grande Vitória. A ação preventiva, feita a pedido do órgão de trânsito, tem o objetivo de dar mais segurança aos candidatos à habilitação, examinadores e instrutores de trânsito, na prevenção à transmissão do novo Coronavírus (Covid-19).

Nesta segunda-feira a equipe do Exército faz a higienização das áreas de provas da Serra e de Vitória. Nesta semana passarão também pela limpeza as áreas de Cariacica e Vila Velha. São borrifados em toda a extensão do local uma solução de hipoclorito de sódio. O produto tem eficácia comprovada contra a Covid-19 e não representa risco à saúde humana, seguindo os protocolos de segurança sanitária, definidos pelo Ministério da Defesa, Ministério da Saúde, Exército Brasileiro e Governo do Espírito Santo.

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, destaca que, desde o início da pandemia, diversas medidas de prevenção foram adotadas pelo Órgão para combater a transmissão do novo Coronavírus.

“Implantamos o atendimento por meio de agendamento prévio para evitar aglomeração nas unidades e disponibilizamos diversos serviços de forma on-line, permitindo que o cidadão pudesse permanecer em casa para acessar os serviços do Departamento, além de exigirmos a utilização obrigatória de máscara e disponibilizarmos álcool em gel para os servidores”, afirma Givaldo Vieira, ao mencionar ainda a desinfecção que foi feita pelo Exército na Sede Administrativa e na Ciretran da Capital no final de novembro.

O gerente de Habilitação do Detran|ES, Rodrigo Cândido, que acompanha de perto o processo de desinfecção das áreas e provas na Grande Vitória, relembra que, além da ação conjunta entre Detran e Exército, é importante que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) sigam fazendo a sua parte. “É imprescindível que todos os CFCs do Estado continuem realizando a desinfecção dos veículos, fornecendo álcool e exigindo o uso de máscara por parte de seus instrutores e dos alunos. Com essas medidas, conseguiremos manter o vírus longe dos locais de provas e todas as atividades poderão continuar acontecendo”, salienta Cândido.

Com Informações: Assessoria de Comunicação do Detran-ES

Comentários Facebook