Com superlotação nas UTI’s, Hospital Roberto Silvares está à beira do colapso

46

No final da manhã desta terça-feira, 08, o secretário municipal de saúde de São Mateus, Henrique Folador, informou que o Hospital Roberto Silvares só tem uma vaga em UTI. A unidade possui 20 leitos disponíveis para tratamento de pacientes com Covid-19, mas 19 estão ocupados. Na enfermaria, os 29 leitos estão ocupados, não restando nenhuma vaga.

Unidades básicas de saúde estão fazendo mais de 20 testes de Covid-19 por dia, hospitais lotados. Para agravar a situação, a população não tem respeitado as medidas de protocolo como uso de máscaras, de álcool em gel e distanciamento social. Praias, bares, restaurantes, casas de shows e igrejas têm promovido aglomerações.

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) anunciou a disponibilização de mais 10 leitos de UTI’s, para o Roberto Silvares nos próximos dias.

Normalmente, o exame ou teste só é disponibilizado depois de 7 dias de suspeita do contágio. O paciente é mandado pra casa pra ficar em isolamento, ficando assim vulnerável ao desenvolvimento do vírus no corpo.

Esses dias em que a pessoa não fez o exame e fica em isolamento é o prazo que o vírus se desenvolve e acaba comprometendo os órgãos e levando a pessoa para emergência do hospital.

São Mateus já contabiliza 90 óbitos até o início da tarde desta terça-feira, 08, e mais de 1.000 casos em investigação aguardando resposta de exames.

O Hospital Roberto Silvares é referência regional e atende pacientes de vários municípios, que podem ficar desassistidos, entre eles, Nova Venécia. Com o esgotamento da capacidade de atendimento, os pacientes precisam ser enviados para outros municípios.

 

Comentários Facebook