Governo do ES anuncia mudanças em restrições para comércio, bares e restaurantes

Alterações são válidas para os municípios de risco moderado. Na classificação válida de segunda-feira (23) até domingo (29), fazem parte desse grupo Vitória, Cariacica, Viana, Ecoporanga e Barra de São Francisco.

67
Comércios poderão funcionar sem restrição nos municípios de risco moderado — Foto: Centro São Mateus

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou nesta sexta-feira (20) mudanças nas restrições impostas ao funcionamento de comércios, bares e restaurantes dos municípios classificados como risco moderado para a transmissão da Covid-19. De segunda-feira (23) até, pelo menos, domingo (29), fazem parte desse grupo Vitória, Cariacica, Viana, Ecoporanga e Barra de São Francisco.

Durante o pronunciamento desta tarde, Casagrande disse que, com relação ao comércio, será permitido o “funcionamento normal, seguindo os protocolos já adotados”, como uso de máscara e distanciamento social.

Isso significa que as lojas poderão abrir sem restrição de horário, como também acontece nas cidades classificadas como risco baixo. O governador justificou a mudança dizendo que o comércio é um “ambiente controlado”.

Já os restaurantes e os bares – estes últimos estavam proibidos de funcionar nos municípios de risco moderado – poderão abrir de segunda a sábado até às 22h. Aos domingos, o funcionamento é autorizado até às 16h.

“Fizemos essas alterações no sentido de estabelecer uma limitação que permite o funcionamento nesse momento”, explicou o governador.

Além disso, Casagrande também anunciou a limitação para o número máximo de participantes e eventos corporativos. Antes, apenas os eventos sociais tinham essa restrição.

“No risco moderado, nós não tínhamos uma limitação para eventos corporativos, mas agora há o limite de 300 pessoas, sempre respeitando o espaçamento mínimo já estabelecida para os eventos sociais”.

Na área da educação, Casagrande ressaltou que as escolas dos municípios de risco moderado não podem ter atividades presenciais, o que deve continuar valendo até o final deste ano.

“As escolas já têm uma regra: neste ano, nos municípios com risco moderado, elas têm atividades remotas. Só tem atividades presenciais em municípios classificados em risco baixo. Isso pode mudar para o ano que vem, mas neste ano será assim”, esclareceu Casagrande.

Novas mudanças podem ser semanais

Desde o início da pandemia, o Governo do Estado usa a Matriz de Risco – um cálculo que leva em consideração o avanço da doença e a disponibilidade de leitos, entre outros fatores – para classificar semanalmente os municípios em risco baixo, moderado ou alto para a Covid-19.

Para cada grupo de municípios, o Estado instituiu uma série de restrições ou proibições. Eventualmente, o Governo anunciou mudanças que relaxavam ou endureciam essas medidas.

Nesta sexta, Casagrande explicou que, a partir de agora, as mudanças nas medidas qualificadas – que englobam o funcionamento de comércio, bares, restaurantes e escolas, por exemplo – podem ocorrer semanalmente, assim como a atualização da classificação do mapa de risco.

“A partir dessa segunda fase nós vamos fazer mudanças das medidas qualificadas, praticamente toda a semana, se for preciso. […] Elas são diferentes de acordo com o grau de risco. Risco baixo, pouca limitação. Vai crescendo o risco, aumenta a limitação. Toda semana teremos novo mapa de risco e poderemos ter também toda semana mudanças nessas medidas qualificadas”, adiantou Casagrande.

Comentários Facebook