O problema do SAAE é mais sério: Falta profissionais capacitados

Aposentados, que conhecem a fundo a dinâmica de funcionamento da autarquia até se propõe voltar a trabalhar, mas a administração não aceita.

66
A sede do SAAE funciona no centro da cidade

A reportagem do Site do Jornal A Ilha foi fundo e descobriu que o problema da falta de água em São Mateus vai além do que está sendo levado ao conhecimento da população na versão oficial, de que pessoas que estariam danificando os poços artesianos, construídos pela atual administração, têm como propósito desestabilizar Daniel da Açaí, candidato à reeleição.

A verdade é outra! Há mais de dois anos, quando cerca de 25 servidores do SAAE ganharam o direito de se aposentar, começaram a surgir os problemas. Eram, em sua maioria, técnicos que conhecem a fundo dos problemas gerados e que passam pela utilização e manutenção dos equipamentos.

Até que alguns destes aposentados tentaram permanecer nas funções, mas a direção do SAAE e o próprio prefeito Daniel, segundo os entrevistados, com a garantia de que não teriam seus nomes divulgados, foram contrários. Resultado: com a falta de reposição de mão de obra, os problemas de abastecimento estão aí para todo mundo sentir: a falta de água na maioria dos bairros.

E agora, com a proximidade das eleições, restou tentar encontrar bode expiatório para lhe atribuir à falta de água. Isso aconteceu no Bairro Vitória e está dando o que falar.

Enquanto uma solução não surge e a administração não recontrate os aposentados que realmente conhecem a dinâmica de funcionamento da autarquia no que se refere ao abastecimento da cidade, o problema vai continuar, não se sabe até quando.

TEXTO: HILMAR DE JESUS

Comentários Facebook