MPES debate violência doméstica e familiar contra as mulheres e os impactos na saúde mental

As palestrantes serão as psicólogas Daniele Reis e Silva e Gláucia Rezende Tavares.

25
Young woman trying to protect herself from a man's clenched fist.

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) realizará na sexta-feira (25/09), das 13h às 15 horas, um evento virtual com o tema “Violência Doméstica e Familiar contra as Mulheres e seus Impactos na Saúde Mental”. O objetivo do encontro é informar a respeito dos impactos à saúde mental decorrentes da violência doméstica e familiar contra as mulheres, bem como estimular a atuação integrada dos serviços da rede de atendimento às mulheres em situação de violência.

O evento será mediado pela coordenadora estadual do Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Nevid), promotora de Justiça Cristiane Esteves Soares; pela dirigente do Centro de Apoio Operacional de Implementação das Políticas de Saúde (Caops), promotora de Jusitça Inês Thomé Poldi Taddei; e pela dirigente do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAIJ), promotora de Justiça Valéria Barros Duarte de Morais.

As palestrantes serão as psicólogas Daniele Reis e Silva e Gláucia Rezende Tavares. Os temas abordados pelas convidadas serão “Promoção da saúde mental em mulheres vítimas de violência pela perspectiva do impacto do trauma” e “O luto do feminicídio – os reflexos do feminicídio no luto dos órfãos e ascendentes das vítimas e a importância das políticas públicas”, respectivamente.

O evento é voltado para membros e servidores do MPES, gestores e técnicos da rede de atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar, agentes públicos do sistema de Justiça e da Segurança Pública.

Confira o cartaz

Clique aqui para se inscrever.

Clique aqui para acessar o curso na plataforma Teams (no dia do evento).

Link da matéria: https://www.mpes.mp.br/Arquivos/Modelos/Paginas/NoticiaComFoto.aspx?pagina=6129

Assessoria de Comunicação

Ministério Público do Estado do Espírito Santo

Comentários Facebook