Empresa de brownies é primeira do ramo com potencial de exportação no PEIEX-ES

A Brow’P, que está no mercado há três anos, participa do programa desde 2019.

24
Foto: Divulgação

A empresa capixaba de brownies Brow’P é uma das 132 participantes do Programa de Qualificação para a Exportação (PEIEX-ES) no Estado. Recentemente, a empresa recebeu o seu Plano de Exportação e, até o momento, é considerada a primeira empresa do ramo de brownies a participar das capacitações no Espírito Santo e a ter potencial de exportação para outros países.

O programa é uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), e tem como objetivo auxiliar as empresas na expansão de seus negócios para o mercado externo.

A Brow’P, que está no mercado há três anos, participa do programa desde 2019. Com o auxílio das capacitações do PEIEX-ES, a marca de brownies pretende exportar seus produtos para a América do Norte. Para o proprietário Pablo Ramos, o melhor momento do programa está sendo o aprendizado sobre exportação. “Todas as etapas do processo de capacitação foram muito interessantes. Estamos ansiosos para iniciar a etapa de exportação, pois agrega valor ao negócio e traz amadurecimento empresarial. Isso é algo que eu não conseguiria fazer sozinho”, afirmou Ramos.

O empresário explicou que os cursos e capacitações oferecidos pelo programa foram importantes para o crescimento da empresa. “Por ser voltado para a exportação, o programa fez a empresa evoluir, criando novas possibilidades e fazendo o negócio crescer e ganhar mais visibilidade. O PEIEX-ES tem sido fundamental para a evolução e crescimento da empresa”,  destacou.

A técnica do PEIEX-ES, Nathália Mamede, explicou que o Plano de Exportação contém informações que contribuem para a inserção dos produtos da empresa nos Estados Unidos. “O empresário se mostrou engajado desde o início e pretende exportar seus produtos para os Estados Unidos que, de acordo com a pesquisa de mercado realizada, foi apontado como maior consumidor de brownies do mundo”, contou.

Segundo Nathália Mamede, um dos desafios que a empresa terá de superar para iniciar as exportações é a extensão da validade de seus produtos. “Os produtos precisam aumentar o tempo viável para consumo e, para isso, o empresário contará com um engenheiro de alimentos, garantindo assim um prazo mais extenso de validade, alcançando mercados mais distantes”, informou a técnica.

Para o subsecretário de Estado para Atração de Investimentos e Negócios Internacionais da Secretaria de Desenvolvimento, e coordenador do PEIEX-ES, Gabriel Feitosa, as capacitações oferecidas pelo programa são a chave para o crescimento da visibilidade da empresa no âmbito internacional. “Todo o programa tem como objetivo preparar as empresas para que elas possam expandir seus negócios. Ver que as qualificações estão rendendo visibilidade e lucro para os participantes é muito gratificante, pois todo o trabalho está sendo recompensado”, declarou.

O monitor Francisco Ramaldes aponta os números do programa e ressalta que o PEIEX-ES é uma oportunidade para as empresas capixabas mostrarem o seu potencial no mercado internacional. “Fechamos agosto com cerca de 184 empresas prospectadas. Dessas, 132 já assinaram o Termo de Adesão e, até agora, já entregamos 34 Planos de Exportação. Isso significa que, no programa, temos a participação de empresas que já sabem como colocar o seu produto no mercado exterior e outras que estão avançando nesse caminho”, observou Ramaldes.

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, destaca que o programa tem sido bem recebido pelos empresários capixabas. “Notamos boa receptividade dos empreendedores em relação ao programa. O Estado tem vocação para o comércio exterior e é imprescindível que os empresários pensem no mercado internacional como uma boa alternativa para a ampliação dos negócios”, pontuou.

Sobre o PEIEX-ES

O programa oferece às empresas, de forma gratuita, orientação técnica sobre as melhorias que a organização deve implementar para comercializar produtos e serviços no mercado internacional.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia, atualmente, cerca de 15 mil empresas em 80 setores da economia.

Texto: Julia Barcelos

Serviço:

Núcleo Operacional do PEIEX-ES

(27) 3636.9717

 

Comentários Facebook