Operação conjunta desarticula organização criminosa em Pinheiros

12

Onze integrantes da mesma organização criminosa foram detidos, na manhã desta sexta-feira (11), durante uma operação deflagrada pela equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Pinheiros e com apoio da 17ª Delegacia Regional de Nova Venécia, da Coordenadora de Recursos Especiais (Core), do 2º Batalhão da Polícia Militar e da Secretaria da Justiça (Sejus), totalizando 74 policiais e agentes, além de três cães farejadores. Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão preventiva. Entre os detidos estão dois primos, um com 24 anos e outro com 27, apontados como chefes de uma organização criminosa.

Durante o cumprimento dos mandados de busca, foram apreendidos, aproximadamente, R$ 6 mil proveniente do tráfico de drogas, um veículo automotor, duas pistolas calibre 380, 84 munições, diversos celulares e, aproximadamente, 100 buchas de maconha.

“Essa operação foi dividida em fases e há aproximadamente dois meses fizemos outras prisões e apreensões na região. A ação foi muito importante para desarticular essa organização criminosa suspeita de atuar no tráfico de drogas e homicídios na região norte do Estado e que tinha como base o município de Pinheiros”, afirmou o titular da DP de Pinheiros, delegado Leonardo Ávila.

Dos dez mandados de prisão cumpridos, três são de suspeitos que já estão no sistema prisional. “Eles foram presos há 15 dias pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Já nesta sexta-feira (11), fomos à Penitenciária Regional de São Mateus para que os mandados de prisão fossem cumpridos”, explicou o delegado.

Entre os outros sete detidos, dois também foram autuados, em flagrante, por tráfico de drogas. “Além desses, mais quatro pessoas também foram presas, em flagrante, durante as buscas pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e organização criminosa”, disse Ávila.

Todos os detidos foram encaminhados à Penitenciária Regional de São Mateus (PRSM), onde permanecem à disposição da Justiça.

Com Informações: Assessoria de Comunicação Polícia Civil – Texto: Fernanda Pontes e Camila Ferreira

Comentários Facebook