SÃO MATEUS: Preso envolvido no assassinato de travesti morador de rua de Guriri

Os suspeitos do crime que estão presos na Penitenciária Regional de São Mateus são de iniciais K.L.A, o primeiro a ser preso, e J.K.S, conhecido como Piu, o último a ser localizado pela polícia.

254
Jefferson também usava o nome de Bruna

A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa de São Mateus divulgou nesta semana a prisão do segundo envolvido no assassinato da travesti e morador de rua do balneário de Guriri Jefferson Bruno Gomes Soares, 23 anos, natural de Ipatinga, cidade do Vale do Aço, em Minas Gerais. Bruno, que em São Mateus tinha o nome de guerra Bruna Soares teria vindo passar temporada de Verão e Carnaval em Guriri, gostou do lugar e nunca mais voltou para sua terra natal.

Bruna foi assassinada a golpes de faca por dois homens nas imediações de um supermercado na Rodovia Othovarino Duarte Santos, no centro de Guriri, por volta das 4 horas da madrugada do dia 4 de novembro do ano passado. Chegou a ser socorrida para o Hospital Roberto Silvares, mas não resistiu.

A princípio a investigação se concentrou na possibilidade do crime ter origem passional, mas posteriormente, com as investigações, descobriu-se que a motivação foi uma briga de moradores de rua. Os suspeitos do crime que estão presos na Penitenciária Regional de São Mateus são de iniciais K.L.A, o primeiro a ser preso, e J.K.S, conhecido como Piu, o último a ser localizado pela polícia.

De acordo com o que ficou apurado junto aos familiares de Bruna, que vieram ao Espírito Santo identificar o levar o corpo para o sepultamento em Ipatinga, onde morava, nas horas vagas a vítima trabalhava como animadora de Trenzinho da Alegria.

TEXTO: HILMAR DE JESUS

Comentários Facebook