Hospital geriátrico da MedSênior em Vitória começa a funcionar integralmente na próxima segunda-feira

    A unidade, localizada na avenida Leitão da Silva, tem 107 leitos e três centros cirúrgicos para procedimentos de alta complexidade

    117
    Complexo de Saúde inédito em Vitória

    O primeiro hospital geriátrico privado do País começa a funcionar integralmente no Espírito Santo na próxima segunda-feira, da 6, com a abertura do pronto-socorro aos clientes da operadora de saúde. Até então, o Hospital MedSênior, localizado na avenida Leitão da Silva, em Vitória, atuava com internações e o serviço da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com o objetivo de minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus e garantir assistência de qualidade aos pacientes.

    Projetado para ser o mais moderno do Estado, o Hospital MedSênior é resultado de investimentos na ordem de R$ 25 milhões. Possui 8 mil metros quadrados de área construída e 107 leitos, sendo 30 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 65 de Enfermaria e 12 apartamentos, além de três centros cirúrgicos para procedimentos de alta complexidade nas áreas cardíaca, ortopédica, neurológica, urológica, ginecológica e oncológica.

    O pronto-socorro conta com atendimento clínico e ortopédico 24 horas e tem capacidade para realizar 8 mil consultas de urgência e emergência por mês.  Sua estrutura é formada por três consultórios médicos, dois consultórios de triagem de Enfermagem e uma sala de Assistência Social, três leitos de emergência, cinco leitos de observação e 11 poltronas para inalação, medicação e coleta de exames. Há ainda uma sala de eletrocardiograma e raio x, uma sala de gesso e uma sala para a realização de pequenos procedimentos.

    A recepção é ampla, com 60 poltronas, e os pacientes que procuram o pronto-socorro são atendidos por meio de triagem, com prioridade para os casos mais graves. O sistema utilizado pela MedSênior, segundo a vice-presidente de Operações, Dra. Priscila Valentim, é o Fast Track, adotado como forma de garantir maior agilidade e eficácia à demanda emergencial.

    “É o protocolo de Manchester modificado. Nele, todos os pacientes são acompanhados e direcionados para o melhor e mais rápido tratamento. A equipe de Enfermagem faz a triagem e o médico atende conforme a classificação de gravidade. O compromisso é para que toda a assistência não ultrapasse o tempo de 45 minutos, da chegada do paciente ao pronto-socorro até a resolução completa do quadro”, explica Dra. Priscila Valentim.

    No pronto-socorro são realizados exames de tomografia computadorizada, ultrassonografia, doppler, eletrocardiograma, ecocardiograma, raio x, endoscopia e colonoscopia.

    Marco no Espírito Santo

    O presidente da MedSênior, Maely Coelho, afirma que o Hospital MedSênior é um marco na promoção à saúde das pessoas acima dos 60 anos no Espírito Santo. “Reunimos em um só lugar tecnologia de última geração, exames e cirurgias de alta complexidade e o acolhimento de excelência tão elogiado e reconhecido por nossos beneficiários”, ressalta.

     A tecnologia de ponta proporciona assistência clínica plena aos pacientes por meio de deep learning, um sistema de inteligência artificial. O prontuário eletrônico, inclusive, é um dos diferenciais do hospital, ao permitir uma análise prévia do paciente, utilizando as informações clínicas do histórico ambulatorial para direcionar o plano terapêutico hospitalar, assim como o acompanhamento após a alta médica. Dessa forma, cria-se um elo entre as fases pré, intra e pós-hospitalar, garantindo a integração assistencial completa.

    As acomodações oferecem conforto e segurança aos pacientes. Os quartos são amplos, possuem iluminação indireta, banheiros espaçosos e estão equipados com smart TV e frigobar. Durante a internação, é possível que os familiares realizem visitas virtuais aos pacientes. Para isso, tablets são conectados às smart TVs de cada box de UTI e dos apartamentos.

    Destaque ainda para a metodologia de checagem beira-leito, resultando no gerenciamento do estado de saúde do paciente em tempo real e consequentemente em mais precisão e exatidão dos procedimentos. Todos os protocolos estão dentro dos padrões internacionais estabelecidos para a prática clínica com referencial HIMSS – Healthcare Information and Management Systems Society, objetivando a conquista do maior nível de Acreditação junto à instituição (HIMSS VII).

    O laboratório próprio proporciona agilidade na execução dos procedimentos e liberação de resultados. Os equipamentos utilizados são os mais modernos disponíveis para análises clínicas, sem a necessidade de serem realizados em jejum.

    O cuidado com o meio ambiente também está presente em toda a estrutura. O hospital entra em funcionamento preparado para adesão ao Mercado Livre de Energia, permitindo a compra energética gerada de forma limpa. Além disso, sistemas paperless diminuirão o consumo de papel, com a proposta de buscar uma atuação ainda mais sustentável.

    Mais informações para a imprensa:

    Contatus Comunicação

    TEXTO: Roberta Peixoto –

     

    Comentários Facebook