ARACRUZ: Paciente da primeira cirurgia de joelho no município completa três meses de vida nova

Para o prefeito de Aracruz, Jones Cavaglieri, a principal meta da gestão é cuidar do ser humano, oferecendo dignidade e bem-estar, principalmente para aqueles que mais precisam.

53
Prefeito Jones Cavaglieri

Divulgação SECOM/PMA

Luzia Geralda faz o tratamento de fisioterapia no Centro de Reabilitação de Aracruz (Creara), ligado à Prefeitura Municipal

Luzia Geralda faz o tratamento de fisioterapia no Centro de Reabilitação de Aracruz (Creara), ligado à Prefeitura Municipal

Mais de três meses depois da primeira cirurgia de prótese total de joelho em Aracruz, a paciente do SUS Luzia Geralda Sperandio Borges se sente uma nova pessoa sem ter que conviver todos os dias com a dor. A Artroplastia Total de Joelho, realizada de modo gratuito em fevereiro, foi possível por meio de parceria entre a Prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Saúde (Semsa) e o Hospital Maternidade São Camilo (HMSC).

Este tipo de cirurgia era feito antes fora do município e o paciente precisava aguardar na fila de espera junto a pacientes de todo o estado. Moradora da Sede de Aracruz, Luzia Geralda Sperandio Borges, de 63 anos,  sofria há mais de dois anos com a dor e a impossibilidade de realizar tarefas diárias como arrumar a casa. “Eu tomava analgésico todos os dias, não tinha uma posição que amenizasse a dor. Estava sofrendo muito”, conta.

A situação começou a mudar quando a dona de casa foi consultada durante um dos mutirões da Força Tarefa promovida pela Semsa. “Na força tarefa que aconteceu no bairro Coqueiral fui consultada por um ortopedista que disse que meu caso era cirúrgico. Lá mesmo fiz os exames pré-operatórios (eletrocardiograma e sangue) e me disseram que ligariam para marcar o procedimento. Graças a Deus eu consegui realizar tudo pelo SUS porque eu não teria condições de fazer uma cirurgia particular”.

A ligação telefônica veio no início do ano. “No dia seguinte ao telefonema fiz a cirurgia e dois dias depois estava em casa e, em momento nenhum do meu pós-operatório, senti dor. A equipe é maravilhosa, me tratou com muita atenção e carinho. O cirurgião me falou que retirou meu joelho velho e me deu um novo”, comemora.

A equipe realizou uma incisão cirúrgica na frente do joelho, substituindo a articulação doente e desgastada por uma prótese metálica, aliviando a dor e devolvendo os movimentos para a paciente. Luzia Geralda faz o tratamento de fisioterapia no Centro de Reabilitação de Aracruz (Creara), ligado à Prefeitura Municipal. “Os profissionais do Creara também são excelentes! Gosto muito de ir para fisioterapia e me sinto muito bem cuidada”, conta a paciente. Luzia se considera uma nova mulher. “Não sinto mais dor, não preciso mais de remédios e hoje posso fazer coisas que antes estava impossibilitada de realizar. Minha vida mudou para muito melhor”, relata.

Segundo a secretaria de Saúde, Clenir Avanza, a atual gestão possibilitou a realização de cirurgias consideradas de alta complexidade. Antes, estes procedimentos eram feitos fora do município, muitas vezes, causando aos pacientes grande sofrimento, em função da longa fila de espera. “A Prefeitura enxergou a necessidade de complementar as possibilidades de cirurgia, pois os hospitais que atendem nossos pacientes estão submetidos a processos muito demorados, ou seja, nossa população estava sendo prejudicada por essa espera. Então começamos a agir no sentido de trazer profissionais especializados e adquirir as próteses necessárias para as cirurgias, além de contarmos com a parceria do HMSC, que oferece toda a estrutura necessária, com Centro de Terapia Intensiva (CTI) para melhor atendimento aos nossos munícipes”, destaca Clenir.

A secretária da Semsa ressaltou também que estes procedimentos fazem parte das ações e das melhorias na área da saúde pública ofertadas aos munícipes. “Pela qualidade e eficácia nos atendimentos, gestão séria e pelo planejamento, hoje conseguimos oferecer mais benefícios na saúde para população aracruzense”, enfatiza. Segundo o coordenador da equipe de Ortopedia, doutor Leandro Figueiredo, a paciente precisava de uma prótese de joelho por causa do desgaste da articulação e da artrose, o que causava muita dor e a impedia de realizar atividades. “Só este tipo de procedimento pode substituir a articulação do joelho e melhorar a qualidade de vida de quem sofre com o problema. O procedimento exige uma equipe especializada, materiais de primeira linha e hospital com estrutura”, explica o especialista.

Figueiredo ressaltou que mais dez pacientes estão aguardando por esse procedimento, que deverá ser retomado após a pandemia da Covid-19.Para o prefeito de Aracruz, Jones Cavaglieri, a principal meta da gestão é cuidar do ser humano, oferecendo dignidade e bem-estar, principalmente para aqueles que mais precisam. “Estamos trabalhando para tentar zerar as filas de espera ou pelo menos suprir as necessidades dos pacientes que aguardam pelo procedimento em hospitais fora de Aracruz. Após a pandemia, daremos continuidade a estes procedimentos beneficiando pessoas que estão na fila de espera”, informa o prefeito.

Cavaglieri destaca a importância dessa conquista e o avanço na saúde de Aracruz. “Oferecer aos pacientes outros procedimentos importantes, sem que a população tenha que se deslocar para outros municípios é uma vitória muito grande para os nossos moradores”, completa. A Artroplastia Total de Joelho contou com o trabalho dos cirurgiões especialistas em cirurgia de joelho, Elton Luiz Batista e Rogério Santório, ambos membros da equipe de Ortopedia coordenada pelo Doutor Leandro Figueiredo, do anestesista Fabrício Rocha Gomes, de instrumentadores cirúrgicos e da equipe de enfermagem e acompanhamento da paciente.

TEXTO: Alessandra Mesquita
Comentários Facebook