ARACRUZ: Desenvolvimento Social recebe 3,5 toneladas de alimentos após live solidária

Para a secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Rosilene Filipe Matos, é importante destacar o movimento de solidariedade que vem contribuindo com o poder público no enfrentamento da pandemia, junto à sociedade.

27
A secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Rosilene Filipe Matos, e o cantor Léo Mai durante a entrega dos alimentos

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEMDS) recebeu, na última sexta-feira (22/05), 3,5 toneladas de alimentos, arrecadadas em uma “live solidária” do cantor aracruzense Léo Mai. Esses alimentos serão entregues à população carente do município de Aracruz pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), de acordo com a lei de benefício eventual (Lei nº 3546/2012).

Os benefícios eventuais, compostos por auxílio-natalidade; auxílio-funeral; auxílio-alimentação; auxílio-documentação e auxílio-transporte, são concedidos a qualquer munícipe em situações de vulnerabilidade e de calamidade pública. Por isso, qualquer cidadão e família que, neste momento de pandemia, estiver em situação vulnerável, deve procurar o CRAS da sua região ou a SEMDS.

Para a secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Rosilene Filipe Matos, é importante destacar o movimento de solidariedade que vem contribuindo com o poder público no enfrentamento da pandemia, junto à sociedade. “Parabéns ao artista por esta iniciativa e os nossos agradecimentos pelo comprometimento com a população mais vulnerável”, enfatiza Rosi.

“Acredito que por meio da secretaria seja a melhor forma de entregarmos os alimentos a quem realmente precisa, com uma distribuição imparcial e séria”, afirmou o cantor. Em uma live de três horas ocorrida no dia 15 de maio em seu canal do YouTube, Léo Mai, arrecadou 5,5 toneladas de alimentos. Parte disso está sendo doado para músicos e profissionais de eventos de Aracruz. As doações em dinheiro, no valor de R$ 156.301,94, e mais de 500 itens como álcool gel e líquido, luvas, jalecos e máscaras, foram destinados ao Hospital São Camilo.

Serviço

Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEMDS)

Horário de atendimento: Segunda à sexta-feira, de 8h às 13h (presencialmente); de 8h às 16h pelo telefone 3270-7400.

Cras

Todos os Cras estão funcionando de segunda à sexta-feira de 7h às 13h.

Para evitar aglomerações no local, a recomendação é agendar o atendimento pelos telefones abaixo:

Cras Indígena – 3270-7491

Cras Vila do Riacho – 3270-7431 / 99767-1215

Cras Santa Cruz – 3270-7432

Cras Morobá – 3270-7429

Cras Itaputera – 3270-7428

Cras Guaraná – 3270-7430

Cras Jacupemba – 3270-7407

Cras Barra do Riacho – 3270-7408

Cras Bela Vista – 99814-9452

Creas – 3270-7433

TEXTO: Michely Melotti

Comentários Facebook