Recarga do CartãoGV pode ser feita no Aplicativo do Banestes

Em combate ao novo Coronavírus, os ônibus do sistema Transcol só podem circular com pagamento exclusivo pelos cartões de transporte.

12
Divulgação

Os correntistas do Banestes contam com a facilidade de recarregar o CartãoGV, o Bilhete Único Metropolitano, diretamente no aplicativo do Banco. A facilidade foi disponibilizada aos clientes em janeiro deste ano. E, com a nova medida do Governo do Estado de suspensão de pagamentos em dinheiro no sistema Transcol, o serviço torna-se ainda mais necessário.

O CartãoGV é para uso nos sistemas de ônibus do Transcol e nos municipais de Vitória e Vila Velha. A compra de créditos pode ser feita por clientes que têm o CartãoGV do tipo Cidadão (Passe Fácil, Siga Vitória e Popular) e Estudante. Ao acessar o App Banestes, mediante a digitação de número de conta e senha, basta clicar em “Menu” e depois na opção “Cartão GV”.

O usuário deve inserir o número do cartão, localizado no verso do plástico, e salvá-lo para recargas futuras. Em seguida, é só informar o valor e digitar a senha da conta para concluir a operação. O prazo máximo para os créditos estarem disponíveis para uso é de 24 horas.

Para facilitar a vida dos usuários, o cliente Banestes poderá cadastrar mais de um cartão para recarga. Por exemplo, poderá colocar também créditos no passe escolar do filho.

“A tecnologia tem sido uma grande aliada na diminuição da contaminação do novo Coronavírus. O Banestes tem investido cada vez mais em trazer soluções e facilidades aos clientes de forma prática, principalmente por meio do Aplicativo Banestes. É mais uma satisfação para o Banco poder auxiliar os capixabas com mais este recursos tecnológico”, enfatiza o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Para mais informações sobre o CartãoGV, acesse a página oficial do serviço da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb-ES), www.cartaogv.com.br.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Banestes
Rafaella Rodrigues

Comentários Facebook