CDL São Mateus mantém lojas abertas mas cancela campanhas promocionais

A equipe da Secretaria Municipal de Saúde realizou uma reunião com representantes do comércio mateense na última terça-feira (17), na sede administrativa da Prefeitura, no Bairro Carapina.

80
Arquivo Jornal A Ilha

Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Mateus informou que o comércio do Município vai permanecer aberto em horário normal, apesar da pandemia do novo coronavírus. No entanto, a entidade não descarta a possibilidade de rever a decisão.

“Os membros da diretoria estão avisados pois a qualquer momento poderão ser chamados para uma reunião extraordinária”, enfatiza a presidente Rúbia Schueng, acrescentando que a CDL ainda não recebeu nenhum decreto sobre o fechamento das lojas, apenas que o governador Renato Casagrande recomendou o fechamento dos shoppings durante 15 dias.

A dirigente da CDL ressalta que suspendeu temporariamente todas as campanhas promovidas pela entidade para estimular as vendas, como Dia das Mães, dos Pais e Namorados, com o objetivo de evitar a aglomeração de pessoas no comércio. “Pedimos que as lojas fiquem limpas, arejadas e que os lojistas disponibilizam álcool em gel”, acrescenta.

Rúbia Schueng diz que o volume de pessoas nas ruas diminuiu muito e já percebe a queda nas vendas, no entanto, os comerciantes “estão vivendo um dia de cada vez”.

Para manter os lojistas informados sobre as decisões, a CDL tem grupo de whatsapp com todos associados e colocou a assessoria jurídicas a disposição dos empresários. Segundo Rúbia, todas as medidas estão sendo tomadas em conformidade com os governos federal e estadual.

Reunião

A equipe da Secretaria Municipal de Saúde realizou uma reunião com representantes do comércio mateense na última terça-feira (17), na sede administrativa da Prefeitura, no Bairro Carapina.

O objetivo foi passar orientações sobre o novo coronavírus. Durante a reunião, ficou acordado que os comerciantes realizem medidas de orientação e prevenção ao contágio do covid-19 entre os trabalhadores do comércio e clientes.

 

Comentários Facebook