Banestes amplia em 96 meses prazo para pagamento do consignado de servidores estaduais

As taxas de juros do crédito consignado partem de 0,75% ao mês

25
Foto: Ilustração
O Banestes ampliou o prazo máximo para pagamento do crédito consignado aos servidores públicos estaduais. O empréstimo, que antes poderia ser quitado em 72 meses, agora pode ser contratado por até 96 meses. O Decreto 4576-R, assinado pelo governador Renato Casagrande, com a ampliação do prazo, foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (11). O novo prazo de parcelamento estará disponível na rede de agências a partir desta quinta-feira (13).A medida beneficia mais de 51 mil servidores ativos, além de 39,2 mil inativos, entre aposentados e pensionistas. Servidores públicos civis e militares, ativos, inativos e pensionistas do Poder Executivo do Estado poderão contratar o produto com as novas condições. O Banestes é líder no mercado de consignado no Estado.  

O diretor de Negócios e Recuperação de Ativos do Banestes, Marcos Vinícius Nunes Montes, ressalta que a ampliação do prazo possibilita a redução das parcelas mensais e aumenta o acesso dos servidores ao empréstimo consignado.

“O prazo mais dilatado no consignado, que é uma modalidade de crédito menos onerosa, permite aos funcionários públicos reorganizar sua vida financeira amortizando dívidas e equilibrando seu orçamento”, frisou Montes.

Os juros do Crédito Consignado Banestes são atrativos e o menor do mercado, com taxa a partir de 0,75% ao mês para as novas operações. A margem consignável, que é o valor máximo da renda a ser comprometida, foi alterada com o decreto. Passa a ser de 35% para servidor público civil e 30% para servidor público militar.  

O produto oferece as menores taxas de juros e serve para substituir dívidas mais caras, como de cartão de crédito, além de disponibilizar o empréstimo no ato da negociação. Para conseguir o crédito na hora, basta procurar a agência mais próxima do Banestes. As prestações são debitadas direto na folha de pagamento.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Banestes
Texto: Jardel Torezani

Comentários Facebook