Preço das carnes caem e inflação de janeiro é a menor para o mês desde 1995

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou janeiro com alta de 0,21%.

19

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, ficou em 0,21% em janeiro deste ano, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa é a menor taxa para o mês desde o início do Plano Real, em 1994.

A taxa é inferior ao resultado de 1,15% de dezembro, mês imediatamente anterior, e ao de 0,32% de janeiro de 2019. A inflação medida pelo IPCA acumula taxas de 4,19% em 12 meses, abaixo dos 4,31% registrados nos 12 meses anteriores.

Segundo o IBGE, uma das principais razões para o resultado foi a queda dos preços das carnes . Após alta de 18,06% em dezembro, houve recuo de 4,03% no mês seguinte. O segmento alimentação e bebidas teve uma alta de 0,39% em janeiro, impactando em 0,07 ponto porcentual no IPCA do mês. Em dezembro, a alta havia sido de 3,38%.

Para controlar a inflação, uma das armas usadas é a taxa básica de juros, a Selic . Quando os preços estão mais altos, usualmente a taxa também sobe. Quando a inflação está controlada, os juros costumam cair, buscando incentivar o consumo. No momento, a taxa básica está no menor nível da história, de 4,25% ao ano, após nova redução na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que aconteceu nesta semana.

Por Brasil Econômico 

Comentários Facebook