Mais de 70 radares são reinstalados em rodovias federais do ES

Aparelhos são colocados nas BRs 101, 259, 262 e 393. O Departamento de Infraestrutura de Trânsito (DNIT) não disse quantos deles já foram instalados.

10
Radares são instalados no Espírito Santo, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

A instalação dos 73 radares de fiscalização de velocidade previstos para serem colocados nas rodovias federais do Espírito Santo já começou. O Departamento de Infraestrutura de Trânsito (DNIT), porém, não informou quantos já estão funcionando e nem onde eles ficam.

De acordo com informações do DNIT, os equipamentos estão sendo instalados em 40 pontos de quatro rodovias federais que percorrem o Espírito Santo: serão três na BR-101, 50 na BR-262, oito na BR-393; e 12 radares serão colocados na BR-259.

A instalação dos aparelhos foi resultado de uma negociação com a Justiça Federal e o Ministério de Infraestrutura. Em abril do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro suspendeu a instalação dos equipamentos de fiscalização de velocidade nas rodovias. Na época, eram previstos 8.015 novos radares nas estradas federais.

Novos aparelhos de fiscalização são instalados no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Para tentar reverter a decisão do Governo Federal, o senador Fabiano Contarato ingressou com uma ação popular. A partir daí, foram iniciadas negociações entre a União, MPF e DNIT que resultou na determinação de que 1.140 novos radares sejam instalados em todo país. No Espírito Santo, onde estava previsto 280 novos equipamentos, serão instalados os 73.

Aumento de acidentes

Os dados da Polícia Rodoviária Federal mostram que no período sem os equipamentos de fiscalização nas rodovias, o número de acidentes cresceu quase 5% no país.

No Espírito Santo, 35 pessoas morreram em acidentes na BR-262, em 2019. O aumento foi mais de 50% em relação ao ano anterior.

Acidente deixou quatro mortos em Linhares, ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Por isso, a instalação dos equipamentos prioriza os trechos de áreas urbanas e rurais com risco de acidentes.

Para o especialista em trânsito André Cerqueira, a volta dos equipamentos de controle de velocidade pode ajudar a diminuir o número de acidentes fatais.

“A gente sempre diz que o acidente é uma combinação de fatores, mas a gente sempre diz que a retirada dos radares tem uma relevância muito grande no aumento dos acidentes. Os radares, em uma balança, é muito mais positivo do que negativo. O resultado não é do dia para a noite, a cultura de segurança é aos poucos”, declarou Cerqueira.

Com Informações: G1 ES

Comentários Facebook