VILA VELHA: Inaugurado, novo CAPS AD promove acolhimento de pacientes e famíliares

19
Prefeito Max Filho na inauguração

Com um saldo de atendimento de mais de 32 mil pacientes nos últimos três anos, o Centro de Atenção Psicossocial de Vila Velha Álcool e Outras Drogas (CAPS AD) está funcionando em novas instalações, na Rua Presidente Lima, nº 175, Centro.

A inauguração da nova sede aconteceu nesta quinta-feira (23), com a presença do prefeito Max Filho, secretários e subsecretários municipais, autoridades médicas e judiciárias, além de lideranças políticas e comunitárias.

Compromisso

O prefeito destacou que a entrega das instalações “reafirma o compromisso de que mais importante do que cuidar de coisas, é cuidar de gente. E esse é o trabalho do CAPS e da equipe multiprofissional, que fazem o atendimento aos moradores da cidade que necessitam e desejam tratamento”.

A nova unidade oferece acolhimento e tratamento para pessoas acima de 18 anos que são dependentes de drogas licitas ou ilícitas, além de também prestar assistência a seus familiares, com atendimento por meio de uma equipe multiprofissional, formada por psicólogos, médicos clínicos e psiquiatras, enfermeiros, dentre outros

O CAPS AD é um serviço de portas abertas e está destinado a todos aqueles que, de alguma forma, convivem com o vício. Inclusive, a participação familiar e comunitária é primordial durante o tratamento.

A inauguração da nova estrutura do CAPS AD é uma forma de ampliar a capacidade de atendimento para aqueles que necessitam desse serviço e também de fortalecer o cuidado com a população, que hoje conta com três Centros de Atenção Psicossocial implantados na atual gestão.

Ampliação

“Com a entrega da nova instalação do CAPS AD, estamos consolidando a ampliação da Rede de Atenção Psicossocial em Vila Velha com o CAPS II, em Novo México, que atende pessoas com transtornos graves e persistentes, e o CAPS Infantojuvenil, em Itapuã, que acolhe crianças e adolescentes com algum comprometimento psíquico como autismo, psicoses, neuroses graves”, assinalou o secretário municipal de Saúde, Jarbas Ribeiro de Assis Junior.

Ao lembrar que o CAPS AD foi o primeiro passo na saúde mental de Vila Velha, ainda em 2005, Jarbas de Assis acrescentou que mais uma unidade será inaugurada no segundo semestre de 2020. Trata-se do CAPS Infantojuvenil, em Jabaeté, obra que foi paralisada em gestões anteriores, mas está sendo retomada.

Dignidade

A representante da Defensoria Pública de Vila Velha, Geana Silva, elogiou o investimento da Prefeitura na área de saúde mental. “O CAPS AD precisava ser revitalizado para dar mais respeito e dignidade aos seus usuários e estou muito feliz pela administração reconhecer esta necessidade e cumprir com seu papel com uma política de saúde pública consistente”, enfatizou.

“Estamos vencendo mais um desafio na entrega desse serviço de forma humanizada e carinhosa, conforme está preconizado pelo Sistema Único de Saúde. Quando se concretiza o Plano Municipal de Saúde está ajudando o SUS a sair do papel e isso é muito gratificante para todos nós”, acrescentou a subsecretária de Atenção Especializada, Gleide Caroni.

De: Secretaria de SaúdeSecretaria de Gabinete
Texto: Marcelo Martins| Foto: Felix Falcão
Comentários Facebook