Hospital Silvio Avidos realiza primeira captação de órgãos da região no ano

O fígado será transplantado em um paciente do Distrito Federal. Já os rins serão transplantados em pacientes de Belo Horizonte.

76
FOTOS: Divulgação Sesa/ES

Na manhã desta terça-feira (14), uma equipe de captação de órgãos do Distrito Federal realizou o primeiro procedimento do ano no Hospital Estadual Silvio Avidos, em Colatina. O doador foi um paciente de 55 anos que morreu após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico.

Foram captados o fígado, que será transplantado em um paciente do Distrito Federal, e os dois rins, que serão enviados para receptores em Belo Horizonte.

De acordo com a coordenadora da Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES), Maria Machado, a família autorizou a doação dos órgãos nesta segunda-feira (13).

“O protocolo de morte encefálica foi iniciado no dia 10 de janeiro e fechado no dia 12 de janeiro. A família optou pela doação no dia 13. Não houve receptores compatíveis no Estado”, disse.

A coordenadora explicou que a captação dos órgãos acontece somente após constatação de morte encefálica, ou seja, quando há completa e irreversível parada de todas as funções do cérebro.

Esse diagnóstico é realizado por uma equipe médica especificamente capacitada, por meio de exames de imagem, exames clínicos e exames laboratoriais.

Ela destacou que quando a pessoa informa a família sobre o desejo de doar seus órgãos, a decisão é menos dolorida para os familiares. “Por isso é importante que as pessoas conversem em casa sobre seu desejo e, mesmo em um momento de dor, a família opta pela doação. Um doador pode salvar até sete vidas”, destacou.

A captação em Colatina iniciou no final da manhã desta terça-feira (14) por uma equipe composta por profissionais credenciados do Distrito Federal e apoio da equipe do hospital e da CET, que viajou pela manhã no helicóptero do Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (Notaer).

Fila de espera no Espírito Santo

Atualmente, na fila espera pela doação de órgãos para o transplante no Espírito Santo estão 951 pessoas para rim, 279 para córnea, 34 para fígado e 07 para coração.

 

Comentários Facebook