Alunos da Rede Pública contam como conquistaram 1º lugar na Ufes

Jhully Stelman, de 17 anos, participou do Pré-Enem Digital e destacou que “o curso Pré-Enem foi importante, principalmente, com as aulas de redação uma vez por semana, já que a prova do vestibular foi uma prova de redação.

54
Foto Divulgação Sedu

Os ex-alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Cândido Portinari, em Sooretama, Luiz Cláudio Passabom Lopes e Jhully Stelman, já se preparam para começar um 2020 diferente. Será dentro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) onde eles iniciam uma nova fase após serem aprovados, cada um, em primeiro lugar nos cursos de Educação do Campo – Ciências Humanas e Sociais e Educação no Campo – Linguagens, respectivamente.

Os dois estudantes refletem as ações desenvolvidas ao longo de 2019 pela Secretaria da Educação (Sedu) no que refere à preparação dos alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), bem como para os vestibulares. Até o momento, a Sedu contabiliza, aproximadamente, 640 capixabas de escolas públicas aprovados em faculdades públicas e privadas, garantindo o acesso ao Ensino Superior.

Luiz Cláudio destacou que sua conquista é fruto de muita dedicação. “Minha rotina de estudos era chegar da escola, almoçar, descansar um pouco e estudar até umas 18 horas. Depois, eu fazia alguma coisa para me divertir. Às vezes, jogava ou lia algum livro e sempre ficava muito atento às notícias em sites e canais, como das Organizações das Nações Unidas e líderes mundiais, para ficar sempre atento à geopolítica”, contou.

Ele disse, ainda, que a escolha do curso foi devido à sua paixão pela história. “Eu sempre fui fã de história, política, psicologia e filosofia. Até mesmo quando estava me divertindo, estava estudando, sempre unindo o útil ao agradável. Tanto o Enem quanto os vestibulares cobram conhecimentos curriculares e extracurriculares. Eu tive que sacrificar algumas coisas para poder estudar e focar. O importante é escolher a melhor forma em que você se adapta”, disse Luiz Cláudio.

Ações Sedu

Entre as ações realizadas pela Sedu e que ajudaram os estudantes está o Pré-Enem Digital. As aulas foram realizadas no contra turno do ensino regular e contaram com o apoio de plataformas digitais para avançar no processo de aprendizagem. Os aulões foram realizados em 36 municípios, em escolas-polo das 11 Superintendências Regionais de Educação (SRE), contemplando cerca de dois mil alunos.

Jhully Stelman, de 17 anos, participou do Pré-Enem Digital e destacou que “o curso Pré-Enem foi importante, principalmente, com as aulas de redação uma vez por semana, já que a prova do vestibular foi uma prova de redação. O que aprendia no curso complementava com os conteúdos da escola”, contou.

Para alcançar o primeiro lugar no vestibular, a aluna manteve a dedicação aos estudos e ao apoio da família e escola. “Tive excelentes professores que foram muito importantes para que conseguisse realizar o vestibular com êxito, como a minha professora de língua portuguesa Rochele Marques e a professora de geografia, Ana Cristina Soprani, que me incentivou bastante para esse vestibular. Uma outra pessoa que foi essencial nesse processo foi minha mãe, que enfrentou muitas dificuldades para que conseguisse fazer a prova, chegando até pedir dinheiro emprestado para pagar a taxa de inscrição, entre outras coisas, o que me ajudou até mesmo emocionalmente não me deixando desistir”, concluiu.

Informação às escolas:
Sugestões de notícias devem ser enviadas para o e-mail pauta@sedu.es.gov.br

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedu
Texto: Soraia Camata

Comentários Facebook