Verão se aproxima e cuidados com a dengue devem ser redobrados

16
Foto Divulgação/Sesa
O verão começa no próximo dia 22 de dezembro e, com ele, o período que associa temperaturas elevadas e chuvas recorrentes torna-se uma combinação perfeita para o aumento da incidência de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, chikungunya e zika. Por isso, é necessário que as pessoas se mantenham atentas aos criadouros do mosquito.

Para eliminar o vetor, a população deve manter os quintais sempre varridos, verificar se todas as garrafas vazias estão de cabeça para baixo, escovar as bordas das vasilhas de água e comida de animais, além de verificar se as caixas d’água estão limpas e vedadas.

Veja aqui o 49º boletim da dengue.

Veja aqui o 49º boletim de zika.

Veja aqui o 49º boletim chikungunya.

Este ano, até o dia 07 de dezembro de 2019, o Espírito Santo notificou 78.022 casos de dengue. Nesse período, a taxa de incidência da doença no Estado ficou em 1.964,11, por 100 mil habitantes.
Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa

Comentários Facebook