Maníaco da moto preta volta agir em Guriri e ataca adolescente

O sargento Marcos, da Companhia da Polícia Militar de Guriri, informou nesta manhã de quarta-feira (11) que a suposta vítima não chegou a procurar por ajuda e denunciar a tentativa de estupro.

167
O maníaco tinha intenção de levar a adolescente para a praia passando pela passarela que ainda não foi inaugurada, no novo calçadão.

Uma estudante de 17 anos passou por maus momentos na noite desta terça-feira (10) quando por volta das 19 horas teria sido atacada por um maníaco da moto preta que voltou a agir no balneário de Guriri. A moça passava pelo calçadão da praia, do Lado Norte, que está sendo construída pela administração municipal, quando foi surpreendida.

A intenção do maníaco era levar a adolescente para a praia passando por uma passarela construída pela prefeitura, que fica em frente a uma academia, mas, com a aproximação de pessoas que caminhavam pelo calçadão, a estudante conseguiu correr.

O fato chegou ao conhecimento da redação do Site Jornal A Ilha por uma pessoa que caminhava pelo calçadão – ela pediu para não ser identificada – e viu toda a cena e a fuga do maníaco depois que a jovem conseguiu se desvencilhar dele.

O sargento Marcos, da Companhia da Polícia Militar de Guriri, informou nesta manhã de quarta-feira (11) que a suposta vítima não chegou a procurar por ajuda e denunciar a tentativa de estupro.

Revelou que neste caso, quem poderia se pronunciar sobre a ação do maníaco de moto preta no balneário seria a Polícia Civil. Disse ainda que não há registro de ataques a jovens pelo maníaco da moto preta nos últimos dez dias, que tenha conhecimento, muito embora atue na parte administrativa da Companhia.

TEXTO: HILMAR DE JESUS

Comentários Facebook