Semana de Ciência e Tecnologia será realizada no INMA/Museu

O evento faz parte da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia implementado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC).

81
Museu Mello Leitão fica em Santa Teresa

De 21 a 24 de novembro será realizada a 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Instituto Nacional da Mata Atlântica, em Santa Teresa-ES.

A feira “I(N)MAginando novos futuros: a biodiversidade da Mata e a riqueza Atlântica” acontece no parque do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão e os pesquisadores bolsistas do INMA e convidados prepararam atividades expositivas e interativas aos visitantes.

Serão 4 estandes com uma programação “biodiversa” para entender melhor as pesquisas e trabalhos científicos realizados pelo Instituto.

O visitante poderá participar da construção de um mapa interativo sobre a exploração e devastação da Mata Atlântica e as medidas para a conservação; entender o sistema de identificação do projeto “Eu vi uma ave usando pulseiras!?”; fazer uma caça ao tesouro e aprender sobre a importância da biodiversidade nos rios; seguir os rastros das abelhas sem ferrão pelas trilhas investigativas; e até brincar de ser pesquisador conhecendo as serpentes da Mata Atlântica.

Essas e outras atividades lúdicas e expositivas serão desenvolvidas pelos pesquisadores do Programa de Capacitação Institucional (PCI), Rede de Compartilhamento de Dados (RIMA), Divulgação Científica do INMA e parceiros e voluntários.

O evento faz parte da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia implementado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC).

A programação completa está no site: www.inma.gov.br

Serviço:

16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

“I(N)MAginando novos futuros: a biodiversidade da Mata e a riqueza Atlântica”

Data: 21 a 24 de novembro de 2019

Horário: 9h às 16h

Local: Instituto Nacional da Mata Atlântica

Parque do Museu de Biologia prof. Mello Leitão

Santa Teresa – ES

Programação completa no site www.inma.gov.br

COM INFORMAÇÃO: Leonardo Meira
Comentários Facebook