São Mateus: Câmara de Vereadores mantém 11 cadeiras para 2021

Por 9 votos a 2, o plenário da Câmara de São Mateus bateu o martelo favorável à composição de 11 vereadores na próxima legislatura, com início em 1° de janeiro de 2021.

40

A votação em segundo turno do Projeto de Emenda à Lei Orgânica 002/2019, de autoria dos vereadores Carlos Alberto Gomes, Jerri Pereira, Jorge Recla e Jozail do Bombeiro, ocorreu na sessão desta terça-feira (01).

 Voto nominal

Por se tratar de uma emenda à Lei Orgânica do Município foi preciso contar com dois terços dos votos. Porém, sem dificuldades, o parlamento acatou através do voto nominal, a proposição que altera o parágrafo único do artigo 21 da Lei Orgânica, o qual abria precedente para um quantitativo de 17 cadeiras nas eleições 2020.

Manifestaram-se a favor da “emenda dos onze”: Aquiles Moreira, Carlos Alberto Gomes, Doda Mendonça, Francisco Amaro, Jerri Pereira, Jorge Recla, Jozail do Bombeiro, Jaciara Teixeira e Paulo Chagas

Os vereadores Ajalírio Caldeira, relator do Projeto de Emenda à Lei Orgânica 002/2019, e Antônio Luiz Cardoso, que no primeiro turno optaram pelos 11, desta vez votaram pelas17 vagas no parlamento.

ENTENDA

Aprovado pela legislatura anterior, o texto da Lei Orgânica, a ser revogado elevava para 17 o número de vereadores, já a partir do mandato atual (2017-2020), como a publicação da Mesa Diretora em 2016, não obedeceu o prazo eleitoral, ficou juridicamente prevista a permanência de 11 vagas para a legislatura seguinte.

FRUSTRAÇÃO

A sessão foi marcada pela presença de inúmeros pré-candidatos a vereador nas eleições de 2020 que não esconderam a frustração pela votação pro acreditarem que, se fossem para a disputa por uma das 17 vagas teriam mais chances de uma eleição. Alguns até anunciaram que vão desistir de concorrer nas eleições do ano que vem.

A maioria destes pretensos futuros candidatos já vem há anos tenta do conquistar uma cadeira e mantinham a esperança que desta vez teriam chance, o que não se confirmou com a manutenção de 11 vagas em disputa.

COM INFORMAÇÕES / HILMAR DE JESUS 

 

Comentários Facebook