Evento discute o desenvolvimento do setor de games no Espírito Santo

15
Foto Secom

Para promover conhecimento e propostas no segmento de games no Estado, nesta terça-feira (10) acontece o encontro “Imersões da Cultura: Desenvolvimento de Jogos, Gamificação, e-Sport” no Sebrae.Lab, na Enseada do Suá, em Vitória.

Com inscrições gratuitas, o encontro acontece das 8h30 às 17h30 e integra as atividades que fazem parte da programação da Semana Game Cultura série de eventos dedicados ao universo dos jogos eletrônicos promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Para participar

Para particIpar é necessário informar suas percepções e impressões sobre a área da Economia Criativa no Espírito Santo através da pesquisa ES+CRIATIVO neste LINK. A pesquisa vai auxiliar a Secult na formulação de políticas públicas focadas no setor. Após preencher o formulário, as inscrições são realizadas clicando AQUI. As vagas são limitadas.

As atividades apresentadas durante o encontro propõem uma reflexão em grupo, além de resultados parciais de pesquisas que englobam um diagnóstico do setor e dados estatísticos sobre a importância dos games na economia capixaba. O evento é promovido pela Gerência de Economia Criativa (Gecria) da Secult em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Mais informações pelo e-mail: celia.perin@es.sebrae.com.br ou pelo telefone: 3041. 5521 (Célia Perin)

Jogos digitais

O setor teve um faturamento no Brasil de 1,5 bilhões de dólares em 2018 – sendo líder do mercado na América Latina – segundo levantamento no setor de tecnologia da informação da consultoria PwC. Seguindo a tendência de crescimento do mercado consumidor nacional, empresas capixabas desenvolvedoras de jogos têm investido e revelado diversos talentos na área.

Segundo a gerente de Economia Criativa da Secult, Lorena Louzada, o setor dos games é um dos mais diversificados dentro da economia criativa e apresenta crescimento contínuo no mercado muito devido a demanda cada vez maior por seus produtos.

“Os games podem ser educativos ou voltados para o entretenimento, além de serem jogados em múltiplas plataformas como celulares, computadores, plataforma de realidade virtual e consoles. Outro detalhe é que na elaboração dos jogos, é possível incorporar diversos segmentos artísticos presentes na economia criativa, como design, audiovisual, música, ilustração”, destaca.

 Confira as datas dos encontros:

10/09 (terça-feira) – Games: desenvolvimentos de jogos, gamificação, e-sport;

13/09 (sexta-feira) – Design: produtos e conteúdos gráficos e multimídia;

14/09 (sábado) – Distrito Criativo, Centro de Vitória.

20/09 (sexta-feira) – Redes de Espaços Culturais

26/09 (quinta-feira) – Música: gravação, edição, criação e interpretação musical;

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Secult
Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac

 

Comentários Facebook